'Acharam que eu vinha passar férias', diz Kaká

Após jogo com o Figueirense no Morumbi, o meia afirmou que o seu objetivo no São Paulo foi cumprido e que não descarta um retorno no futuro

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Mais de 30 mil são-paulinos foram até o Morumbi para despedir do ídolo
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Mais de 30 mil são-paulinos foram até o Morumbi para despedir do ídolo

 Protagonista no empate do São Paulo em 1 a 1 diante do Figueirense, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, Kaká se despediu do Morumbi ovacionado por cerca de 33.500 torcedores neste domingo (30).

Emprestado pelo Orlando City (EUA) até o fim deste ano, ele deve fazer mais uma partida pelo clube tricolor, contra o Sport, mas será fora de casa, na Arena Pernambuco.

"Estou com 32 anos e muitos achavam que vinham aqui passar férias de seis meses. Tinha uma motivação pessoal e acho que esse objetivo foi cumprido", disse o meia em entrevista coletiva ao término da partida.

"Quando fomos eliminados [da Sul-Americana] saímos aplaudidos de campo. Isso mostra que o torcedor são-paulino tem orgulho desse time. A gente terminar como vice-campeão [do Brasileiro] é uma grande satisfação", acrescentou o jogador.

No fim de sua primeira passagem pelo clube, em 2003, Kaká foi vaiado pela torcida, que, nesta noite, se redimiu.

O jogador teve seu nome gritado diversas vezes pelo público, recebeu a faixa de capitão de Rogério Ceni e ainda ganhou um abraço do goleiro ao ser substituído por Alexandre Pato no segundo tempo.

"Foi emocionante os companheiros me cumprimentando, a torcida me aplaudindo. Está sendo uma semana toda especial", disse o meio-campista.

"Agora tenho um contrato com Orlando de três anos. Não é hora de falar em voltar. Mas o futuro a deus pertence", acrescentou o jogador, sobre um possível retorno ao São Paulo.

Leia tudo sobre: sao paulokakamorumbiorlando cityeua