Corpo de Roberto Bolaños é levado a estádio para homenagem

O corpo de Roberto Bolaños seguiu da sede da emissora Televisa para o estádio Azteca, onde haverá uma missa em homenagem ao criador dos personagens Chaves e Chapolin

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Com atraso, o corpo de Roberto Bolaños está sendo trazido da sede da emissora Televisa para o estádio Azteca, onde haverá uma missa em homenagem ao criador dos personagens Chaves e Chapolin.

O público começou a entrar na arena a partir das 11h (15h no horário de Brasília) deste domingo (30). Logo após os portões de entrada, onde o símbolo do time mexicano América está pintado no chão, muitas pessoas deixaram buquês de flores em homenagem ao ator, que era torcedor da equipe.

Apenas as arquibancadas inferiores do estádio -com capacidade para cem mil pessoas- estão lotadas. O público faz seguidas olas, grita "Chavo, Chavo" muitas vezes e vibra ao ver imagens da comitiva que traz o corpo de Bolaños para o local.

As instalações para o evento ainda estão sendo finalizadas pelos funcionários da Televisa, emissora onde o ator e diretor trabalhava.

Bem no centro do campo há uma grande tenda onde está sendo montada uma cruz com luzes neon, um retrato de Bolaños e tapetes vermelhos que se espalham pelas diagonais do gramado.

O criador e intérprete dos protagonistas das séries humorísticas "Chaves" e "Chapolin", fenômeno televisivo na América Latina, em especial no Brasil -o programa é exibido há 30 anos no SBT-, passava por problemas respiratórios há muito anos e morreu na última sexta (28), aos 85.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave