É preciso criar um nicho de mercado

Já as amigas Fernanda Paes e Camila Fonseca criaram, há três meses, a página “Só não vendo a minha vó”, que já é sucesso no Facebook

iG Minas Gerais | Janine Horta |

Recém-formada em publicidade, Camila Marcelino saiu do curso sem um emprego. Acostumada a personalizar as festas dos primos, com opções de decoração e lembrancinhas diferenciadas, ela descobriu que o alcance do Facebook seria seu maior aliado para transformar suas habilidades em um negócio.  

“Em 2013, criei a página da Unique Criativa e comecei a divulgar os serviços de personalização de artigos, identidade visual e decoração para festas. Percebi uma poderosa rede, tanto dos amigos virtuais, que fazem indicação dos serviços, como dos fornecedores, que eu também encontro no Facebook, e acabo captando os amigos deles e vice-versa”, explica.

Já as amigas Fernanda Paes e Camila Fonseca criaram, há três meses, a página “Só não vendo a minha vó”, que já é sucesso no Facebook. “Já vendemos até carro. Mas o sucesso de vendas são os produtos que revendemos, pequenas preciosidades que trocam de mãos por ótimos preços. O estoque é variado com produtos únicos: são artigos novos ou quase novos, nacionais, importados e multimarcas”, conta Camila. A página, que foi lançada depois da Copa do Mundo, já tem mais de 2.500 curtidas e vendeu mais de 200 produtos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave