Documental e dramaturga

iG Minas Gerais |

Dirigida por Estevão Ciavatta e exibida entre dezembro de 1994 e março de 1998, “Brasil Legal” misturava dramaturgia e tom documental. Para a direção, a dificuldade residia em chegar até as histórias pesquisadas pela equipe do programa, que, entre redatores, pesquisadores e produtores, chegava a cerca de 40 pessoas.

Nomes ilustres assinavam o programa, como Cláudio Paiva, Jorge Furtado, Adriana Falcão e Alberto Renault. “A gente contava muito com as equipes da Globo espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Sem isso, seria impossível fazer”, destaca Estevão.

Edições específicas continuam vivas na memória da equipe, como a do menino Tom do Cajueiro, guia turístico no Rio Grande do Norte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave