Maldade inicial

No ar em “Alto Astral”, folhetim das sete, Giovanna Lancellotti vive sua primeira vilã na televisão

iG Minas Gerais | caroline borges |

Preparação. Giovanna Lancellotti diz que se baseou em séries como “Gossip Girl” para construir sua personagem
Jorge Rodrigues Jorge/CZN
Preparação. Giovanna Lancellotti diz que se baseou em séries como “Gossip Girl” para construir sua personagem

Aos 21 anos, a inexperiência profissional de Giovanna Lancellotti reflete diretamente em sua forma de lidar com a atribulada rotina de gravação da TV. Ainda assim, o ar cansado e blasé da atriz se camufla quando o assunto é a sua personagem Bélgica, de “Alto Astral”. Sob a direção de núcleo de Jorge Fernando, a jovem natural de Ribeirão Preto, em São Paulo, esquece o sotaque e os trejeitos de menina do interior ao dar vida à ambiciosa vilã da trama de Daniel Ortiz. “É um papel que exige um trabalho de desconstrução. É tudo muito diferente do que eu estou acostumada a fazer. É necessário mergulhar no assunto do complexo de inferioridade dela”, afirma.

Na história, Bélgica aparenta ter uma personalidade doce e frágil. No entanto, nutre um perfil ambicioso e invejoso e se aproxima dos outros para tirar vantagem. Capaz de fazer qualquer coisa para subir na vida, ela finge ser amiga da patricinha Gaby, papel de Sophia Abrahão, e almeja ter a vida da outra. Após interpretar personagens delicadas e românticas em tramas como “Insensato Coração” e “Gabriela”, Giovanna garante que chegou a se surpreender com o convite para interpretar a vilã jovem da atual trama das sete. “Sempre tive vontade, mas pensava que fosse demorar para acontecer. É uma chance de poder mostrar outra vertente do meu trabalho na TV”, ressalta.

Inicialmente, para compor a personagem, a atriz participou de uma preparação com o elenco ministrada pela coach Andrea Cavalcanti no Projac, complexo de estúdios da Globo. No entanto, buscou também reforçar seu período de pré-produção ao participar de workshops com o badalado preparador de elenco Sergio Penna – com quem havia trabalho no remake das 23h de Walcyr Carrasco. “O que me aproximou da personagem foi me inteirar desse universo jovem que gira em torno de status, dinheiro, homem, grifes e glamour. Para isso, me baseei bastante em séries como ‘Gossip Girl’”, conta.

Após diversos testes frustrados para produções como “Malhação” e “Passione”, Giovanna conquistou um papel para interpretar a meiga Cecília da trama das nove de Gilberto Braga e Ricardo Linhares. E foi justamente o folhetim do horário nobre que lhe rendeu visibilidade na TV. “Tudo vem no tempo certo. Se tivesse acontecido antes, não estaria preparada para fazer. O período que antecedeu tudo foi ideal para eu aprender e me capacitar mais”, avalia. Logo depois, o bom desempenho do trabalho de estreia da atriz lhe puxou para viver a sofrida prostituta Lindinalva em “Gabriela”. O papel, inclusive, fez com que Giovanna encarasse uma nova forma de compor suas personagens e buscasse por um trabalho mais intenso no período de preparação. “Foi um projeto muito sutil e singular. Foi necessário um mergulho profundo na temática. Visitei alguns prostíbulos e busquei muitas referências em filmes franceses”, relembra.

Perfil Nome completo:

Giovanna Lancellotti Roxo

Data de nascimento:

21 de maio de 1983

Local de nascimento:

Ribeirão Preto (SP)

Signo: Gêmeos

Últimos papéis na TV:

Lindinalva de “Gabriela” (2012), Cecília Alencar Machado de “Insensato Coração” (2011)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave