Sada Cruzeiro bate Vôlei Canoas e confirma liderança isolada

Adversário gaúcho deu trabalho, mesmo contando com dois desfalques importantes

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Esporte - Contagem, Mg. Sada Cruzeiro x Volei Canoas se enfrentam na noite deste sabado (29) em Contagem. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 29.11.14
LEO FONTES / O TEMPO
Esporte - Contagem, Mg. Sada Cruzeiro x Volei Canoas se enfrentam na noite deste sabado (29) em Contagem. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 29.11.14

O Sada Cruzeiro segue impiedoso com seus adversários. Na noite deste sábado, foi a vez do Vôlei Canoas-RS sofrer com o atual campeão brasileiro, que venceu mais uma e manteve a invencibilidade na Superliga masculina.

O triunfo por 3 a 0 (25/22, 25/16 e 25/15) foi o oitavo consecutivo do time mineiro, que segue na liderança isolada da competição. “O primeiro set foi o mais duro, decidido nos detalhes. Em duas bolas, conseguimos vencer. No resto do jogo, conseguimos imprimir nosso ritmo. O entrosamento conta muito a nosso favor”, resume o levantador William.

As atenções, agora, já estão voltadas para o rival Minas, adversário da próxima quarta-feira. O clube da Rua da Bahia chega motivado depois de vencer o forte Sesi-SP, fora de casa, também neste sábado.

Apesar de não contar como o oposto cubano Dennis e com o experiente ponta Minuzzi, com lesões na coxa e costas, respectivamente, o Canoas deu trabalho, mostrando o aguerrido espírito gaúcho, com um bom volume de jogo. Jardel e Dias foram os responsáveis por fazer o time não sentir falta de seus titulares.

Mas, do outro lado, estava um Sada Cruzeiro completo e sabendo que uma vitória poderia ocasionar a perda da liderança.

Mesmo vendo o adversário incomodando, os donos da casa foram bem e conseguiram impor seu ritmo. O Sada Cruzeiro, além de jogar com o passe na mão, fez questão de forçar o saque e soube aproveitar bem os contra-ataques.

O primeiro set foi marcado pelas trocas de pontos, do começo ao fim. Somente no fim da parcial é que o Cruzeiro conseguiu se distanciar e abrir vantagem.

No segundo set, novo equilíbrio e pequena diferença no marcador. No entanto, as dificuldades foram somente até os 10 pontos, quando os gaúchos passaram a errar mais, deixando os azuis mais tranquilos em quadra. Com 16 a 11 no segundo tempo técnico, foi questão de tempo para abrir o 2 a 0. No terceiro set, os mineiros tiveram o controle das ações e não deixaram o ritmo cair. Sempre na frente do placar, o Sada jogava a pressão para o outro lado, que tentava como podia, sem muito sucesso.

O paredão azul insistia em neutralizar os ataques sulistas. Sem sustos, o Sada Cruzeiro fechou o jogo e fez a alegria da torcida que compareceu, mesmo em um horário não muito favorável.