Nota de matemática recua na rede pública

Enquanto isso, a média de português subiu 0,4% no ano passado na Prova Brasil

iG Minas Gerais | Da Redação |

Estudantes do último ano do ensino fundamental das escolas públicas tiveram piora em matemática na Prova Brasil, exame do governo federal que mede a qualidade do ensino oferecido no país. Já o desempenho em português teve melhora. A média de matemática caiu 0,3%, enquanto a de português subiu 0,4% no ano passado, na comparação com a última prova, realizada em 2011. Nas duas áreas, porém, o desempenho dos alunos ficou abaixo do que seria considerado adequado. Na média, os alunos do 9º ano não atingiram nível suficiente, por exemplo, para ler uma tabela e comparar medidas de grandeza ou distinguir, em um texto, um fato de opinião. A nota dos alunos do 5º ano cresceu nas duas disciplinas, mas também ficou abaixo do nível adequado. As médias foram divulgadas neste sábado (29) pelo jornal "O Estado de S. Paulo". A Prova Brasil serve de base para o cálculo do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que foi divulgado pelo governo, em setembro, sem detalhar as notas da prova -ao contrário do que fazia nas apresentações de resultados desde que a prova foi criada, em 2005. Os dados divulgados mostraram que o país não atingiu a meta do Ideb para 2013, mas que o indicador cresceu. A falta de transparência, às vésperas da eleição, gerou críticas de especialistas. Educadores dizem que a divulgação das notas é importante para analisar se a educação melhorou e identificar onde houve avanços e retrocessos. Sem as notas não seria possível saber, por exemplo, a queda na aprendizagem de matemática pelos alunos que vão entrar no ensino médio. Especialistas consideram ainda que, dada a variação pequena nas médias das provas de matemática e português, os indicadores sugerem uma estagnação no desempenho e evidenciam dificuldades da rede pública conforme se avança aos anos finais. Sinal disso foi que o Ideb dos mais novos (1º ao 5º ano) foi o único a superar a meta em 2013. Já o do ensino médio, além de não ter atingido a meta, caiu em 16 Estados. Boletins de resultados da prova estão sendo enviadas às escolas, mas o governo não informou quando vai divulgar as médias de todo o país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave