Bodas de prata

iG Minas Gerais | Paulo Navarro |

Um dos talentos da 20ª Casa Cor Minas, Cícera Gontijo, em seu Studio do Solteiro, projeto premiado em primeiro lugar, na categoria Mostra da Amide
Bárbara Dutra/Divulgação
Um dos talentos da 20ª Casa Cor Minas, Cícera Gontijo, em seu Studio do Solteiro, projeto premiado em primeiro lugar, na categoria Mostra da Amide

Testemunhas dos 25 anos da Paulo Navarro Comunicação participaram da confraternização, dia 26, no Clube Chalezinho. A noite foi embalada por Kadu Vianna, Banda Cashmir, DJs Carlo Dee, Maurício Lobato e Leandro Rallo – todos do casting da Music Produções –, além da Mark Lambert & Orquestra Radio Swing. Bodas de ouro Abraçamos ainda os apoiadores: Aethra, Ambev, Andrade Gutierrez, Banco Bonsucesso, Boulevard Shopping, Cemig, Chandon, Concreto, Gontijo Transportes, Lider Interiores, Mezanino Decorações, Sicepot-MG e O TEMPO. Hoje, a PNC tem voz nesta coluna, no jornal O TEMPO e na revista “Exclusive”; no boletim “Dolce Vita”, na BandNews FM; e na TV, em comentários no jornal da Band Minas e, claro, o “Programa Paulo Navarro”, na Band Minas e na BHNews. Bodas de platina Merci a outros parceiros nesta noite: Formato Cerimonial, Buffet Mônica Jacinto, Ilustre Décor, Florescer Decoração de Eventos, Novah Festas, Morieli Festas, Chandon, Ambev, ArtVinhos, Verdemar, Sucos Liv, Lutt & Kakau Beauty Space, Spa Premier, Victory Eventos, Fleche D’Or, Rona Editora e à designer Branca Mindêllo. Obrigado também aos que doaram brinquedos e que, assim, farão mais feliz o Natal das crianças atendidas pela ONG O Proação. Uma moedinha O que leva um ser humano a morar na rua? Fatores sociais, psicológicos e econômicos. Mendigos existem no mundo inteiro, até em países ricos. Mendicância é o contrário de dignidade. Mendigos no Brasil estão sujeitos a todo tipo de doença, violência e preconceito. Quem deveria amenizar tanto sofrimento? Em nossas grandes cidades viraram chaga aberta. Duas moedinhas O problema é que, naturalmente, mendigos provocam vários problemas. Há os inofensivos, mas também os muitos agressivos. A Savassi, por exemplo, é uma latrina a céu aberto. Não se pode simplesmente tirá-los das ruas e confiná-los, “higienizar” a cidade. Mas precisamos de uma solução. Esta realidade é insuportável para eles, para a sociedade e até para a economia da cidade. Morando no funil Se a sua casa ficou pequena, você pode se mudar para uma maior. Mas ruas e avenidas não crescem. Ruas que tinham apenas casas, hoje têm vários prédios com apartamentos, garagens e muitos carros, daí os congestionamentos. Previsão nefasta da Associação de Fabricantes de Veículos Automotores: em breve, o Brasil pode ultrapassar 106 milhões de veículos. E não adianta apelar para medidas paliativas. Viadutos, túneis, elevados e trincheiras ajudam, mas não resolvem. Não adianta disfarçar ou esperar milagres. Sofrendo no funil A solução é transporte coletivo. Já ouviram falar em metrô? Topografia não é desculpa. Em Paris e Londres o metrô é tão profundo que passa sob os rios Sena e Tâmisa. Pois é; impossível improvisar ou adiar com ônibus BRT, monotrilho etc. Metrô é caro? É! Demora a ficar pronto? Demora. Perturba o trânsito? Prejudica o comércio? Suja, incomoda? Sim, tudo isso, mas é uma vez só e para sempre. LANÇA-PERFUME Mais um tradicional jantar de confraternização do Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais – Sicepot/MG – acontece dia 27, no Expominas. Quem passou por BH dia 20 foi o francês Henri Stad para a inauguração de sua primeira loja, Aramis, moda masculina, no Diamond Mall. 6 Ferrari, Porsche, Lamborghini, Corvette, Mercedes-Benz, Mustang e outras supermáquinas estarão no SuperCarros Petrobras Premmia, dias 29 e 30, das 9h às 19h, na Esplanada do Mineirão. Parabéns aos irmãos Hudson e Ronaldo Navarro, que também assinam a Bienal do Automóvel. Engana-se quem considerou que a natureza “selvagem e tropical”, da Casa Cor em Macacos, seria um empecilho para visitas. Para lá estão indo caravanas de visitantes, sintonizados no melhor da arquitetura, design e paisagismo. Às quintas-feiras, esperado happy hour confraterniza profissionais e entusiastas, com música ao vivo e o cardápio de Felipe Rameh, do Trindade e Alma Chef. Até 16 de dezembro. Na mostra de arquitetura de Veneza, Itália, o arquiteto David Guerra trouxe mais do que o sucesso de sua exposição; uma foto do mestre Philippe Starck, em seu ambiente.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave