O eterno amor do menino Riva

iG Minas Gerais | Giselle Ferreira |

ZAP 18 estreia o espetáculo “O Gol não Valeu!” para o público infantojuvenil, no CCBB
GLADSTONE LOPES/DIVULGAÇÃO
ZAP 18 estreia o espetáculo “O Gol não Valeu!” para o público infantojuvenil, no CCBB
Riva é um menino que acredita. Ele torce para um time que, por muitas temporadas, ficou conhecido como o saco de pancadas dos campeonatos. Nenhum dos amigos da escola ou do bairro compartilham do afeto de Riva pelo clube, mas ele segue firme e forte em sua admiração. Do pai, ele herda o amor incondicional pelo futebol. Da mãe, Riva aprende que o futebol imita e, por vezes, até explica a vida.   Inspirado por cenas da própria infância – de jogos em campos de várzea e até mesmo aqueles com traves marcadas por chinelos na rua –, Francisco F. Rocha assina o texto “O Gol Não Valeu!”, montagem infantojuvenil que a companhia Zap 18 estreia na próxima quarta (3), no CCBB.    Cinco atores em cena interpretam torcedores, jogadores e comentaristas do esporte para reviver as memórias do narrador Rivelino, já crescido. Agora adulto, as vitórias e derrotas que marcaram o crescimento do pequeno Riva delineiam uma história de determinação e amor, dando mostras de que o futebol pode nos ensinar muito.    “O que a gente conta é o contraste entre o amor e a frustração. O time dele é sempre lanterna, mas mesmo assim ele não deixa a paixão de lado. Com isso ele vai aprendendo que nem sempre é possível ganhar e que não é por isso que a gente vai deixar de torcer. A fidelidade dele ao time mostra que a gente tem que correr atrás dos sonhos independente das dificuldades. Ele acredita, luta e se envolve independente do resultado. A vida é assim”, comenta Cida Falabella, que dirige o espetáculo.   Adversários Nos intervalos entre um jogo e outro, Riva aproveita para narrar o quanto o jogo e a vida, o coração e a razão se retroalimentam. A separação dos pais, as desilusões amorosas, a doença do pai e os dilemas da vida adulta são todos adversários a serem driblados.   Uma tela de projeções ilustra e situa historicamente a fala de Riva. Uma partida informal, a alegria de uma torcida e imagens do futebol pré-histórico transformam a tela ora em TV, ora em “espaço mágico, lúdico e fantástico para compor de maneira bem ampla e sensorial a realidade do futebol”, completa Cida.   Na mesma quarta, na praça da Liberdade, Lira Ribas apresenta “Between”, às 15h e às 19h, performance que faz do vôlei um espetáculo. As apresentações compõem a mostra “Diálogos Cênicos”, que segue com programação teatral até o próximo dia 10.   O Gol Não Valeu! Cia. ZAP 18. Dir. Cida Falabella. CCBB (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, 3431-9400). Quarta (3), às 15h e às 19h. Entrada franca.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave