América oferece denúncia contra o Boa Esporte no STJD

Segundo o advogado do América, Paulo Lasmar, com a contratação do atacante Romão, o Boa ultrapassou a cota de cinco atletas permitida pelo regulamento

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Atacante Romão foi contratado pelo Boa Esporte depois de também defender a Portuguesa no Nacional
SITE DO BOA ESPORTE
Atacante Romão foi contratado pelo Boa Esporte depois de também defender a Portuguesa no Nacional

O América encaminhou na tarde desta sexta-feira à Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva  (STDJ) uma notícia de irregularidade contra o Boa Esporte , que teria infringindo o artigo  7 do Regulamento Específico da Série B, que diz respeito ao limite de jogadores contratados de outros clubes que também disputam a competição.

Segundo o advogado do América, Paulo Lasmar, com a contratação do atacante Romão junto a Portuguesa, o Boa Esporte ultrapassou a cota de cinco atletas permitida pelo regulamento geral da competição. "Entendemos que o Boa Esporte agiu de forma errada e queremos que clube perca 45 pontos", destacou o advogado, que também faz parte do Conselho de Administração do Coelho.

Na mesma notificação, o América também solicitou ao presidente do STJD a instauração de um inquérito para apurar as declarações do diretor de futebol do Icasa, que após o rebaixamento do clube cearense para a Série C disse que "não interessava para ele que os jogadores  corressem contra o Boa Esporte". "Isso é extremamente grave e levanta suspeitas.  Ainda mais por se tratar de um jogo envolvendo o interesse de cinco clubes que brigam pela última vaga do acesso", destacou Paulo Lasmar.

"Não estamos acusando ninguém. Só queremos que os fatos sejam apurados. Do contrário, será a desmoralização completa do campeonato", destacou o advogado. No mesmo pedido para que as declarações sejam apuradas, o América pede que o STJD que ouça os presidentes do Boa Esporte e do Icasa, o diretor de futebol do clube, jogadores e que quebre o sigilo bancário e fiscal dos dos times citados.

Caso Eduardo. Com base no resultado do Corinthians, que não perdeu os quatro pontos no Campeonato Brasileiro pela escalação do meia Petrus, o advogado do América disse que o clube pretende entrar com uma medida no STJD para reaver os seis pontos que o time perdeu na utilização do lateral-esquerdo Eduardo. "Entendemos que podemos reaver esses pontos e pretendemos buscá-los no tribunal", afirmou  Paulo Lasmar

A notificação do América contou com os apoios de Atlético-GO, Avaí e Ceará, clubes que também disputam com o Boa Esporte uma vaga no grupo dos quatro primeiros colocados da Série B. 

Leia tudo sobre: futebol nacionalcampeonato brasileiroaméricacoelhodenúnciaboastjd