Após confusão no futsal, Timão é multado e vai a julgamento no STJD

Clube poderá perder mandos de quadra e multas mais pesadas; o pivô Simi e o goleiro Deivd também serão denunciados por agressão à arbitragem

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Jogadores do Corinthians partiram para cima da arbitragem após eliminação na Liga Futsal
Reprodução/SporTV
Jogadores do Corinthians partiram para cima da arbitragem após eliminação na Liga Futsal

Após a confusão ocorrida no ginásio do Parque São Jorge na última terça-feira (25), quando sofreu um gol no último segundo da prorrogação e foi eliminado da Liga Futsal, o Corinthians foi multado e também vai ao julgamento no STJD da modalidade, comunicou a CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão).

Na ocasião, os jogadores do clube alvinegro partiram para cima dos árbitros reclamando que Dieguinho, autor do terceiro gol e da classificação do Orlândia, dominou a bola com a mão no lance. Alguns torcedores invadiram a quadra e a Polícia Militar precisou agir. Os juízes se trancaram no vestiário e o último segundo da partida não foi disputado.

Por isso, a direção técnica da entidade anunciou que o Corinthians receberá uma multa administrativa no valor de R$ 28 mil "por infringir artigos do regulamento da competição" no confronto da segunda semifinal. O clube ainda poderá recorrer desta punição.

Além da punição financeira, os corintianos também sofreram advertências da diretoria da Liga por causa da entrada de crianças menores de 6 anos e crianças de colo no local do confronto.

Agora, o Corinthians também responderá a um processo disciplinar em julgamento no STJD da modalidade, que prevê a perda de mandos de quadra e multas mais pesadas. O pivô Simi e o goleiro Deivd, ambos do time alvinegro, também serão denunciados por agressão à arbitragem.

Leia tudo sobre: futsalliga futsalcorinthiansorlândiasemifinalconfusãopolêmica