Givanildo Oliveira diz que pretende renovar com o América para 2015

Foco do treinador é a decisiva partida contra o Sampaio Corrêa, quando uma vitória poderá garantir ao Coelho o acesso

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

ESPORTES BH MG: TREINO DO AMERICA NA MANHA DESTA SEXTA FEIRA. NA FOTO: GIVALNIDO OLIVEIRA

FOTOS: DENILTON DIOAS / O TEMPO / 28.11.2014
DENILTON DIAS / O TEMPO
ESPORTES BH MG: TREINO DO AMERICA NA MANHA DESTA SEXTA FEIRA. NA FOTO: GIVALNIDO OLIVEIRA FOTOS: DENILTON DIOAS / O TEMPO / 28.11.2014

Com o encerramento neste sábado da participação do América na Série B do Campeonato Brasileiro também vai chegar ao fim o contrato do técnico Givanildo Oliveira com o alviverde. Apesar de afirmar que o pensamento está na decisiva partida contra o Sampaio Corrêa, quando uma vitória poderá garantir ao time o retorno à elite nacional, o treinador manifestou que o seu desejo é o de permanecer no clube para a próxima temporada.

“Eu não posso dizer agora se vou ficar ou não. Ainda temos um jogo por realizar na Série B, sem contar que em dezembro vai acontecer a eleição para o Conselho de Administração. Vamos aguardar por essas definições para depois sentar e conversar”, afirmou Givanildo Oliveira, que está em sua quarta passagem pelo América, clube onde conquistou o Campeonato Brasileiro da Série B, em 1997, e da Série C, em 2009.

Givanildo Oliveira destacou que o seu objetivo agora é o de fechar a temporada com mais uma vitória e, quem sabe, com mais um acesso. “Precisamos primeiro pensar em vencer o nosso jogo contra o Sampaio Corrêa. Não vai adiantar de nada se os outros resultados forem favoráveis se não fizermos a nossa parte”, destacou o treinador, que desde a sua chegada ao clube, em setembro, tem uma aproveitamento de mais de 70% na Série B.

“O nosso aproveitamento hoje era para ser campeão. Isso tudo é fruto de um trabalho muito bom. O grupo de jogadores entendeu a nossa proposta e conseguimos essa sequência de resultados. Infelizmente, o que aconteceu no tribunal não volta mais, e precisamos pensar em continuar fazendo a nossa parte e depois ver o que vai acontecer nos outros jogos”, afirmou Givanildo Oliveira.

O treinador aponta dois segredos para que o time conseguisse esta reação na competição, mesmo depois da perda dos pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela utilização irregular do lateral-esquerdo Eduardo. “O primeiro foi a conversa com o elenco. Falei com os jogadores e eles entenderam o que eu queria para que o América pudesse buscar a reação. Segundo, conseguimos encaixar o nosso jogo”, disse Givanildo Oliveira.

Conhecido no futebol nordestino como o 'rei do acesso', Givanildo Oliveira ainda não fala na possibilidade de parar de trabalhar. "Tenho comigo o dia que vou parar, mas, enquanto tiver condições, eu quero continuar trabalhando. Estou muito feliz aqui no América, onde consegui desempenhar bem a minha função como treinador. A meta é terminar o ano com chave de ouro para depois ver o que vai acontecer."