Após cinco meses no vermelho, contas públicas ficam positivas

Esse foi o menor superavit para meses de outubro registrado pelo BC, considerando a série histórica com início em dezembro de 2001

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

As contas do setor público voltaram a ficar positivas em outubro, com um superavit primário de R$ 3,73 bilhões, depois de cinco meses seguidos de resultados negativos, segundo o Banco Central. Esse foi o menor superavit para meses de outubro registrado pelo BC, considerando a série histórica com início em dezembro de 2001.

No acumulado do ano, o resultado está negativo em R$ 11,6 bilhões (0,27% do PIB), maior deficit já registrado pela instituição para esse período.

Na esfera federal, o deficit no ano está em R$ 14,6 bilhões. Estados tiveram resultado negativo de R$ 5 milhões. Já os municípios registram superavit de R$ 5,3 bilhões.

Nos últimos 12 meses, o setor público registra superavit de R$ 28,6 bilhões (0,56% do PIB).

Dívida

A dívida líquida do setor público fechou o mês em 36,1% do PIB. Em dezembro do ano passado, estava em 33,6%. A dívida bruta passou, nesse mesmo período, de 56,7% para 62,0% do PIB.

O pagamento de juros da dívida, que havia recuado de 4,94% para 4,89% do PIB de 2012 para 2013, voltou a subir em 2014 e chegou a 5,43% no acumulado do ano.

A soma entre os juros mais o resultado primário negativo elevou o deficit público total (o chamado resultado nominal) para 5,71% do PIB neste ano. O valor é mais que o dobro do verificado entre janeiro e outubro de 2012 (2,50%) e está acima ainda dos 3,61% do mesmo período de 2013.

O pagamento de juros teria sido ainda maior se o BC não registrasse em 2014 ganho de R$ 8,44 bilhões com as operações de swap cambial. Em outubro, houve lucro de R$ 6,8 bilhões, após prejuízo de R$ 18,4 bilhões em setembro.

Leia tudo sobre: EconomiaNegativoPositivoContas PúblicasBanco CentralresultadossuperavitBrasil