River vence Boca, elimina rival da Sul-Americana e faz história

Essa foi a primeira vez que o River Plate conseguiu superar o time de “La Boca” em um mata-mata

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pisculichi foi o autor do gol que garantiu a classificação do River nas finais da Sul-Americana
Divulgação/ River Plate
Pisculichi foi o autor do gol que garantiu a classificação do River nas finais da Sul-Americana

A torcida do River Plate fez questão de receber a equipe com festa antes do clássico com o Boca Juniors, nesta quinta-feira, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, que valeria uma vaga na final da Copa Sul-Americana. E o jogo tinha tudo para dar errado para os donos casa, já que logo no primeiro minuto da partida, um pênalti marcado a favor do Boca poderia complicar a vida do River em busca da classificação para a final do torneio. Mas o atacante Gigliotti bateu mal e o goleiro Barovero defendeu, recolocando os Milionários na disputa.

E a partir daí, jogo muito pegado e com forte marcação, típico do clássico argentino. O  0 a 0 levaria a decisão da vaga para os pênaltis, já que no primeiro duelo entre os dois gigantes argentinos, disputado em “La Bombonera”, nenhuma das equipes conseguiu balançar as redes. Mas o River tratou de resolver a situação dentro do tempo regulamentar e o meia Leonardo Pisculichi acertou um belo chute no canto esquerdo do gol de Orión. River 1x0 Boca.

A vitória garantiu a classificação dos Milionários para a grande final do torneio, que será contra o Atlético Nacional-COL - que eliminou o São Paulo, na última quarta-feira - nos dias 3 e 10 de dezembro. Além de garantir vaga na decisão do torneio, o River pôde se “vingar” do Boca, já que há 10 anos, o time vermelho e branco foi eliminado pelo rival na mesma fase do torneio.

Esta também foi a primeira fez na história do clássico argentino, que o River Plate conseguiu superar os Xineizes e eliminar o rival em uma partida de mata-mata.