Dormir nu melhora o sono, o relacionamento e ajuda a emagrecer

Nos Estados Unidos, um em cada três adultos não usa nada para descansar

iG Minas Gerais |

Dormindo a dois.  Dividir a cama com um parceiro ainda resulta em uma dose extra de oxitocina, que faz bem à saúde
STOCKXPERT
Dormindo a dois. Dividir a cama com um parceiro ainda resulta em uma dose extra de oxitocina, que faz bem à saúde

Nova York, EUA. “Sabe, eles te fazem perguntas. Só um exemplo: ‘O que você veste na cama? Você veste blusa de pijama? Veste calça de pijama? Camisola?’. Então eu disse: ‘Chanel No. 5’”, já brincava Marilyn Monroe em um comercial de perfume da década de 60. Pesquisas recentes mostram que ela não só estava sendo provocante como saudável. Um em cada três adultos dorme nu, de acordo com um estudo internacional feito pela Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos, que demonstrou ainda que o hábito pode trazer todos os tipos de benefícios: melhorar a qualidade de sono e a saúde do coração, aprimorar o relacionamento e até ajuda a emagrecer.

Peritos concordam que é importante manter a calma durante a noite, já que a temperatura do corpo tem que cair cerca de meio grau para que você caia no sono. O cérebro, impulsionado pelo relógio biológico, envia mensagens para os vasos sanguíneos se abrirem e liberarem calor.

“A temperatura central, em geral, está no ápice às 23h e tem nível mais baixo às 4h”, disse Chris Idzikowski, diretor do Centro de Sono de Edimburgo e autor de “Sound Asleep: The Expert Guide to Sleeping Well” (Dormindo Bem: O Guia para Uma Boa Noite de Sono, em tradução livre). “A vantagem de dormir nu é que é mais fácil para o corpo esfriar e manter a temperatura baixa que o cérebro quer alcançar”.

Sono interrompido pelo calor não significa apenas menos sono em geral, mas também menos sono profundo, o tipo mais restaurador. Ele é fundamental para a consolidação da memória e da produção de hormônio do crescimento – importante para a reparação celular e o crescimento.

Pé tem que estar quente. Embora seja importante não ficar com muito calor durante a noite, certifique-se de que você tem mãos e pés quentes, afirmam estudiosos: para baixar a temperatura, o corpo precisa perder o excesso de calor, e faz isso por meio do envio de sangue aos vasos próximos à pele – em particular, os das mãos e dos pés.

No entanto, como o professor de neurociência circadiana Russell Foster explica, se as mãos e os pés estão frios, os vasos sanguíneos se contraem ao lado da pele e reduzem o fluxo de sangue em um esforço para manter o calor e parar de deixá-lo escapar. Isto significa que a sua temperatura interna não será capaz de cair facilmente. É por isso que as pessoas com síndrome de Raynaud – um distúrbio caracterizado por mãos e pés extremamente frias são mais propensos a sofrer com insônia.

DIVIDINDO A CAMA. Pijamas acolhedores são tentadores, mas se você divide a cama com um parceiro, dormir nu irá gerar um impulso generoso de oxitocina, um hormônio que tem vários benefícios à saúde.

Além disso, pessoas que dormem como vieram ao mundo tem vidas amorosas mais felizes. Um estudo feito com mil britânicos revelou que 57% das pessoas que dormiam peladas estavam felizes com seus relacionamentos, em comparação com 48% dos usuários que vestiam pijama.

Autoimagem

Sem barreiras. Dormir nu é uma boa estratégia para aqueles com problemas de imagem corporal, afirmou a terapeuta sexual Denise Knowles. “Você desliza sob os lençóis e pode ser tocado, mesmo se você não quiser ser olhado”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave