A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Saudações celestes, nação azul. Nada de tristeza, o Cruzeiro é o grande time de 2014. Eu queria, sim, a Copa do Brasil, mas seria a cerejinha do bolo para este ano magnífico. Uns me falaram que a fase não era boa. Somos campeões mineiros invictos, tetracampeões brasileiros e finalistas da Copa do Brasil? Que venham mais fases ‘tenebrosas’ como esta. Vencemos a maior competição do país, dominamos nossa pátria por dois anos seguidos. Agora é só festa, só curtir tranquilo o fim do Brasileirão e aguardar a hora de levantar mais um troféu. Ao fim das duas partidas que faltam, teremos uma festa azul, e, no dia de entregar a taça do nosso quarto título nacional, prepare-se, Minas Gerais, pois as ruas serão tomadas por um tsunami de alegria, a cor será azul, a festa será celeste e a maior torcida de Minas, mais uma vez, receberá seus campeões de braços abertos!

Avacoelhada

O América vai disputar a última vaga do G-4 com Boa, Atlético-GO, Avaí e Ceará. Ter empatado com o Icasa no Independência e outros resultados negativos fazem parte dos reveses da campanha. Os concorrentes ao acesso também tiveram os respectivos infortúnios. Para citar alguns, na condição de mandante, Avaí empatou com Oeste, Atlético-GO com Icasa, Boa com ABC e Ceará com Sampaio Corrêa. Existem outros confrontos, inclusive os diretos, que resultaram na perda de pontos. A grande desvantagem é que a equipe americana perdeu 21 pontos e, até recuperar 15, ficou na lanterna durante quatro rodadas. Ainda assim, o time de guerreiros honrou a camisa verde e preta, jogou com raça e paixão e teve forças para lutar pelo acesso. Amanhã, caminhada da torcida americana até o Independência. Saída às 13h, do Café Nice, na praça da Sete.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! É CAMPEÃO!!! O Galo é o grande CAMpeão , com todo mérito, da Copa do Brasil 2014. E a Massa é só felicidade! Eu nem vou comentar o jogo em si, porque não houve jogo. O que houve foi um passeio do Galo no nosso salão de festa, um verdadeiro massacre à Raposinha, não só nesse jogo, mas nas duas partidas da decisão. Dessa vez o rival teve sorte e escapou de repetirmos o histórico placar de 9 a 2 neles. Eu quero mesmo falar é do orgulho e da alegria que motivam a nossa festa pela conquista desse título importante e que tem sabor especial, por ter sido diante do nosso maior rival. Essa é a coroação do trabalho de um ótimo time, reconhecido como o melhor do Brasil; de uma comissão técnica muito competente e, acima de tudo, uma torcida inigualável, a Massa alvinegra. Parabéns a todos nós! Para terminar: eu sei que você treme!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave