Lasmar comemora superação, após ano cheio de lesões

Chefe do departamento médico lamenta excesso de problemas físicos, mas celebra sucesso no fim da temporada

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA E THIAGO PRATA |

Médico alvinegro analisou a situação de cada jogador no DM atleticano
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Médico alvinegro analisou a situação de cada jogador no DM atleticano

O primeiro semestre de 2014 foi decepcionante para o Atlético. Além dos fracassos na Libertadores e do Mineiro, as lesões se tornaram uma tônica na Cidade do Galo. Mas a segunda metade do ano foi diferente. Os problemas físicos continuaram, é verdade. Mas a sede de vitórias voltou, o que foi crucial para o alvinegro superar vários obstáculos e obter os títulos da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil, além de uma boa campanha no Brasileirão

O chefe do departamento médico do clube lamenta que tantos jogadores tenham visitado o setor com frequência para tratamento de lesões, muito em função do apertado calendário. No entanto, fez questão de elogiar o espírito de superação de todos os atletas nos momentos decisivos.

“Foi um ano bem atípico pelo Mundial ano passado. Isto acabou prejudicando a nossa preparação. Em janeiro, não tivemos muito tempo e os jogadores não puderam se preparar para toda essa temporada. O reflexo disso foram as lesões, que realmente foram muitas. Mas com tranquilidade, trabalhamos bem com todos os atletas e chegamos nesta reta final com todo mundo liberado para o Levir”, declarou Lasmar.

Curiosamente, graças a esta superação, vários atletas da base desempenharam um bom papel dentro de campo, substituindo à altura ícones da equipe, como ressaltou Lasmar.

“Tem um lado ainda mais positivo. Com isto, o Atlético conseguiu revelar vários jogadores, dando oportunidade para os garotos da base, que algo muito importante”, disse o médico do Galo.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloRodrigo Lasmar