Governador do Missouri rejeita ideia de novo júri

Barack Obama e organizações dos EUA querem transformar frustração em mudança na legislação

iG Minas Gerais |


Governado Missouri, Jay Nixon, decidiu ignorar apelo por outro júri
Huy Mach
Governado Missouri, Jay Nixon, decidiu ignorar apelo por outro júri

Ferguson, EUA. O governador do Estado norte-americano do Missouri, Jay Nixon, rejeitou os apelos para que um novo júri no caso Michael Brown fosse realizado. A informação foi divulgada nesta quinta pelo jornal “St Louis Post”, que citou um porta-voz do Estado.

Dois dias após um grande júri decidir não levar o policial branco Darren Wilson a julgamento pela morte do jovem negro, os protestos violentos na cidade onde ocorreu o crime, em agosto, diminuiram.

Por outro lado, a cidade de Los Angeles teve mais protestos na noite dessa quarta, com episódios isolados de violência que levaram a pelo menos 130 detenções. A polícia da Califórnia prendeu ao menos 130 manifestantes que rejeitaram se dispersar em Los Angeles, enquanto outros 33 foram detidos em Oakland após uma marcha que acabou em tumultos e vandalismo.

Mudança. Autoridades e organizações norte-americanas querem aproveitar toda a frustração e a raiva desencadeadas a partir do não indiciamento do policial Wilson em um amplo debate e no engajamento da comunidade afroamericana numa agenda de reformas dos sistemas policial e judicial do país.

Na próxima semana, o próprio presidente Barack Obama vai comandar encontro com representantes de governos, entidades e grupos religiosos. O mandatário norte-americano avalia, inclusive, ir pessoalmente a Ferguson, que é o epicentro dos protestos que nesta semana se reproduziram por 170 cidades.

Vídeo. Em outro caso que chocou os EUA, o tiro fatal contra o jovem Tamir E. Rice, de 12 anos, foi disparado pelo policial logo após ele sair da viatura, segundos após chegar ao parque. É isso que mostram as imagens de uma câmera de segurança. O vídeo, sem áudio, foi divulgado nesta quinta pela polícia e mostrou o ocorrido na tarde de sábado no centro de recreação Cudell, em Cleveland. Segundo o presidente da Associação dos Polícias de Patrulha da cidade, Jeffrey Follmer, foi um policial novato que disparou o gatilho.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave