Entre os mais bem pagos do mundo

Dentro dos critérios da entidade, o maior salário base é o do Japão, com US$ 22 mil por mês por deputado

iG Minas Gerais |

Genebra, Suíça. O aumento de seus salários proposto pelos deputados, se aprovado, colocará o Brasil com uma das maiores remunerações de parlamentares do mundo, superando países como Alemanha ou Noruega e chegando perto do salário pago no Congresso americano. A proposta em debate em Brasília elevaria o salário base de cerca de R$ 26 mil por mês para R$ 33 mil. Em euros, isso significaria um aumento de 8,2 mil euros para 10,7 mil euros pela cotação atual.

Poucos parlamentos no mundo pagam uma soma superior a isso. Entre os países ricos, apenas Itália, Japão, EUA e Austrália seguiriam com salários superiores aos dos brasileiros, mas em alguns casos por margem pequena. Os dados sobre os salários são da Autoridade Independente de Padrões Parlamentares no Reino Unido, entidade que monitora a renda dos deputados.

Dentro dos critérios da entidade, o maior salário base é o do Japão, com US$ 22 mil por mês por deputado. No entanto, o PIB per capita japonês, de US$ 36 mil, segundo o FMI, é mais que o dobro do brasileiro, estimado em US$ 14 mil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave