Dilma tem confiança na nova equipe econômica, afirma Levy

Nova equipe é formada formada também por Nelson Barbosa (Planejamento) e Alexandre Tombini, que permanecerá à frente do Banco Central

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Apesar de o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmar que a autonomia da nova equipe econômica se verá no "dia a dia", ele indicou que a presidente Dilma Rousseff tem "confiança" na equipe escolhida, formada também por Nelson Barbosa (Planejamento) e Alexandre Tombini, que permanecerá à frente do Banco Central.

"Essa questão vai se responder de uma maneira muito tranquila. Dizer uma coisa ou outra não tem muito sentido hoje, porque na verdade a gente vai ver no dia a dia como ela ocorre", afirmou Levy, nesta quinta-feira (27), ao ser questionado sobre a autonomia do trio para conduzir mudanças na economia no próximo mandato da presidente.

"Mas, evidentemente, quando uma equipe é escolhida, é porque há uma confiança nessa equipe. Eu não tenho indicação nenhuma em sentido contrário", concluiu.

Questionado, em coletiva de imprensa, sobre quem será seu secretário do Tesouro -cargo hoje ocupado por Arno Augustin- Levy preferiu não responder.

"Não vamos divulgar nenhum nome agora. (...) É uma experiência boa e positiva essa da transição, fazer as coisas com calma", disse. Ele ponderou que não há "agonia" em tomar medidas. "Essa é uma maneira boa de a gente lidar com os desafios num novo governo, que começa no dia 1º de janeiro."