STJD adia julgamento do Icasa que estava marcado para esta 5ª feira

Clube cearense é o próximo adversário do Boa Esporte e pode ser excluído da Série B

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Icasa obtém liminar para disputar elite do futebol brasileiro
REPRODUÇÃO/ICASA
Icasa obtém liminar para disputar elite do futebol brasileiro

Previsto para esta quinta-feira, o julgamento do Icasa no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi adiado a pedido do relator do processo, Miguel Ângelo Cançado. O clube cearense deve ser excluído da Série B do Campeonato Brasileiro por ter entrado na Justiça Comum reivindicando uma vaga na Série A.

O motivo do pedido de adiamento não foi revelado, mas a especulação é de que o relator entendeu que não houve houve tempo suficiente para que todos os documentos fossem analisados. Ainda não há uma nova data agendada para o julgamento da exclusão, que só deve acontecer após o encerramento da Série B.

Adversário do Boa Esporte na última rodada do Nacional, o Icasa só garantiu o direito de continuar disputando a competição porque conseguiu um efeito suspensivo. O regulamento do Campeonato Brasileiro não especifica o que vai acontecer na tabela do Nacional se o time cearense for excluído.

As possibilidades são manter os pontos dos jogos, invalidar todos os resultados do Verdão do Cariri na competição, declarar que todos os clubes venceram os confrontos contra o Icasa ou aproveitar que o time cearense já está rebaixado para a Série C e apenas aplicar uma multa.

Se forem invalidados todos os jogos do Icasa, o América poderia se beneficiar da sentença e ganhar até duas posições na tabela de classificação subindo para o quinto lugar. Já o Boa Esporte perderia a vaga no G-4 para o Atlético-GO e cairia para sexto. Na classificação atual, a Coruja está em quarto, com 59 pontos, apenas um a mais que o Coelho, que é o sétimo.

Leia tudo sobre: icasajulgamentostjdadiadojustiça comumboa esporterelatorMiguel Ângelo Cançado