Valor das ações da MMX sobe quase 70% em um único dia

Elas começaram a subir por volta das 11h e, na máxima do dia, chegaram a valorizar 76,09%

iG Minas Gerais | Da redaçao |

MMX Sudeste está em recuperação judicial desde 22 de outubro
MMX/DIVULGAÇÃO
MMX Sudeste está em recuperação judicial desde 22 de outubro

Quem mais chamou a atenção na Bolsa de Valores de São Paulo nesta quarta está fora do Ibovespa, o principal índice do mercado: foi a MMX, mineradora de Eike Batista, que está em processo de recuperação judicial desde o último dia 22 de outubro. As ações da empresa (MMXM3) dispararam 69,57% nesta quarta. Detalhe: sem nenhum motivo aparente.  

Elas começaram a subir por volta das 11h e, na máxima do dia, chegaram a valorizar 76,09%. Operadores do mercado financeiro afirmaram que não souberam de nenhuma notícia, ou mesmo boato, que pudesse ter feito o papel disparar desse jeito.

Chamou atenção também o volume financeiro movimentado com compra e venda desses ativos: atingiu nesta quarta R$ 4,8 milhões, sendo que a média diária dos últimos21 pregões, segundo o site da Bovespa, foi de R$ 242 mil. Com a disparada desta quarta, as ações da mineradora bateram o maior patamar desde setembro.

Prazo para pagar. O pedido de recuperação judicial da MMX foi aceito pela 1ª Vara Empresarial de Belo Horizonte no mês passado. O juiz responsável pelo caso, Ronaldo Claret de Moraes, afirma na decisão que os documentos apresentados pela empresa demonstraram que, à primeira vista, “é passageiro o estado de crise econômico-financeira pelo qual atravessa”. A partir da data de publicação, todas as ações e execuções contra a MMX Sudeste ficam suspensas por 180 dias.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave