Testemunhas de operação da PM vão depor nesta sexta

Mãe, madrasta e colega da vítima foram intimadas; moradores fizeram protesto nesta quarta

iG Minas Gerais | viviane rocha |

Cerca de 30 moradores interromperam o trânsito para protestar
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Cerca de 30 moradores interromperam o trânsito para protestar

Vão ser colhidos neta sexta os primeiros depoimentos das testemunhas da morte do caminhoneiro Alexandro de Souza, 23, que morreu no último sábado, após ser baleado por um soldado da Polícia Militar (PM) na Vila Calafate, na região Oeste da capital, durante operação da corporação. Foram intimados nesta quarta a mãe do rapaz, a dona de casa Sueli Maria de Souza, 43, que presenciou a morte do filho, a madrasta e um colega dele.

As investigações são feitas pela delegada Ingrid Miranda, da Delegacia de Homicídios da região Sul, que não falou sobre o caso nesta quarta.

Protesto. À tarde, moradores fizeram manifestação cobrando punição para o soldado. Por duas horas, o protesto interditou a avenida Tereza Cristina, na esquina com a rua Bimbarra, sentido centro. Militares acompanharam a movimentação dos moradores.

De acordo com o pai de Souza, Elton Santos Moura, 51, desde o enterro, na última segunda-feira, as abordagens policiais no local ficaram mais violentas, inclusive com ameaças de morte. “Estamos apavorados. Os policiais ficam na porta das casas, entram sem pedir licença e até nos tiram dinheiro”, afirmou. De acordo com o sargento Dundá, da corregedoria da corporação, as queixas serão apuradas. “A polícia não vai ignorar nenhuma das denúncias”, afirmou.

O soldado está preso no 22° Batalhão da PM, que fez a operação. Até o fechamento desta edição, a reportagem não havia localizado o tenente-coronel Eucles Figueiredo Honorato Júnior, comandante da unidade.

Promotoria

Ação. As investigações da Polícia Civil e da Corregedoria da Polícia Militar são acompanhadas pela Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos, que também vai apurar o caso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave