Empresas investigadas pela PF doaram R$109 milhões a Dilma e Aécio

A reeleita, presidente Dilma, foi quem recebeu maior parte dos recursos, R$68, 5 milhões ao todo, segundo apurou jornal paulista

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Empreiteiras ligadas a esquema de lavagem de dinheiro, na Petrobras, doaram, aproximadamente, R$109 milhões a Dilma Rousseff e Aécio Neves, durante o período das eleições. As informações foram divulgadas pelo "Estadão".

A reeleita, presidente Dilma, foi quem recebeu maior parte dos recursos. Segundo o jornal paulista, foram ao todo R$68, 5 milhões doados pela empresas Andrade Gutierrez, OAS, Odebrecht (construtora e outras empresas do grupo), UTC Engenharia, Queiroz Galvão, Camargo Correa e Engevix.

Conforme foi levantado pelo jornal, considerando o valor arrecadado durante o período eleitoral, um em cada cinco reais recebidos pelos candidatos em suas campanhas partiram das empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave