Prass deixa eleição no clube de lado e fala em 'momento crítico'

Com risco de rebaixamento, goleiro palmeirense só pensa na partida contra o Inter, no sábado, em Porto Alegre

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Goleiro está entre os relacionados para a partida contra o Botafogo
Cesar Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação
Goleiro está entre os relacionados para a partida contra o Botafogo

O goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, não quer ouvir falar da eleição presidencial que vai acontecer no clube, no próximo sábado (29).

 

O jogador disse estar focado apenas na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No sábado (29), o time alviverde encara o Inter, no Beira-Rio, pela penúltima rodada da competição.

"Para mim, sinceramente, a eleição não importa. Eu tenho que me preocupar com o Internacional", disse o goleiro ao ser questionado sobre a disputa entre o atual presidente Paulo Nobre e o oposicionista Wlademir Pescarmona.

"A gente tem que se focar no que vai nos servir, que é o trabalho em campo e a parte mental. Recuperar a confiança, entrar no jogo com a parte psicológica melhor. O resto, não temos que nos preocupar. É um momento muito crítico, você não pode perder o foco e nem perder energia com coisas erradas", afirmou.

O Palmeiras tem 39 pontos e ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro, um lugar acima do Vitória, primeiro time na zona de rebaixamento, com 38 pontos. A equipe baiana encara o Flamengo, também no sábado.

"A gente ainda tem vantagem em relação ao Vitória. Se a gente fizer a mesma pontuação que eles, a gente sai. Se fizer um ponto a menos que eles, também saímos, porque temos mais vitórias", lembrou.

Na última rodada, o Palmeiras enfrenta o Atlético-PR, em seu novo estádio, enquanto o time baiano duela com o Santos, no Barradão.

Leia tudo sobre: PalmeirafutebolCampeonato BrasileiroFernando Prassgoleiro