Sem Neymar em campo, Messi marca mais gols no Barcelona

Bom desempenho do brasileiro na temporada seria uma explicação para a diferença na média de gols do argentino

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

undefined

O atacante Lionel Messi marca mais gols quando seu companheiro Neymar não está em campo. Sem o brasileiro no gramado, o argentino tem média de um gol a cada 65 minutos. Já com a presença do camisa 11 da equipe do Barcelona no jogo, a média piora: o atacante marca uma vez a cada 105 minutos.

Messi tem média de um gol por partida na atual temporada. Foram 17 gols marcados pelo atacante, que esteve em todos os jogos do Barcelona no Campeonato Espanhol e na Liga dos Campeões. Já Neymar, em 15 partidas, balançou as redes 13 vezes e também tem boa média: 0,87 gols por partida.

O bom desempenho do brasileiro na temporada seria uma explicação para a diferença na média de gols do argentino. No início de sua segunda temporada na Europa, Neymar deixou de ser o coadjuvante algumas vezes contestado em seu ano de estreia para se tornar protagonista.

Em somente seis jogos oficiais com a camisa do Barcelona depois da Copa do Mundo, Neymar já havia marcado 40% dos gols que fez em 41 partidas na temporada passada. Com novo posicionamento no ataque da equipe catalã -agora com mais liberdade-, Neymar tem sido alvo dos passes de Messi.

Com o brasileiro em campo, o craque argentino tem jogado um pouco mais atrás. Assim, em 1051 minutos em que atuou junto com Neymar na temporada, Messi marcou dez gols. Sem Neymar, foram 455 minutos e sete gols.

Com ou sem Neymar em campo, Messi continua fazendo história. Nessa terça-feira (25), sem o brasileiro, Messi marcou três vezes na goleada do Barcelona sobre o Apoel por 4 a 0 e ultrapassou o espanhol Raúl, ex-atacante do Real Madrid, se tornando o artilheiro isolado da história da Liga dos Campeões.

Já no último dia 22, com Neymar, o craque argentino quebrou outro recorde e se tornou o maior goleador do Campeonato Espanhol. Com outro "hat-trick", dessa vez sobre Sevilla, na vitória do Barcelona por 5 a 1, Messi chegou a 253 gols e superou Telmo Zarra, jogador que defendeu o Athletic Bilbao, que ficou com 251. O recorde antigo estava em vigor desde 1955, quando Zarra se aposentou do futebol.

Leia tudo sobre: messimarcamaisgolssemneymarbarcelona