Potencial de ferrovias é pouco explorado

Mapa do IBGE mostra que hidrovia também não tem espaço

iG Minas Gerais |

Ferrovias do país levam principalmente minério de ferro e grãos
Divulgação
Ferrovias do país levam principalmente minério de ferro e grãos

Rio DE JANEIRO. A distribuição de ferrovias e hidrovias é bem reduzida no país, com potencial muito pouco explorado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou o mapa “Logística dos Transportes no Brasil”.

O modal rodoviário predomina na logística de transportes no território brasileiro, com concentração maior na região Centro-sul, especialmente no Estado de São Paulo. De acordo com o levantamento, a malha rodoviária só não predomina na região amazônica, onde destaca-se o transporte por vias fluviais.

Os principais eixos ferroviários são usados para o transporte das commodities, principalmente minério de ferro e grãos provenientes da agroindústria.

Divisão

61% de toda a carga transportada no Brasil em 2009 usou rodovias

21%: ferrovias

14%: hidrovias e terminais portuários fluviais e marítimos

0,4%: via aérea

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave