Motoristas adotam caminho alternativo

Em alguns casos, eles conseguem que os torcedores liberem a via apenas com uma buzina, mas em dias mais críticos eles adotam nova rota, por caminhos alternativos em ruas próximas

iG Minas Gerais | Camila Bastos |

Nos dias de jogos decisivos, quando o movimento de torcedores é intenso, as partidas são transmitidos em telão instalado pelo proprietário do bar na rua Amapá, segundo frequentadores. Para driblar a multidão que toma conta da via para ver as partidas, os motoristas das duas linhas de ônibus que passam pela rua precisam usar a criatividade para concluir o trajeto.  

Em alguns casos, eles conseguem que os torcedores liberem a via apenas com uma buzina, mas em dias mais críticos eles adotam nova rota, por caminhos alternativos em ruas próximas.

Regra. A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) não permite a prática. Por meio de nota, a assessoria de imprensa da autarquia de trânsito informou que o motorista só tem condições de alterar a rota conforme autorização por meio de documento especial oficial, expedido pelo órgão. Em casos esporádicos de obstrução da via, como o da rua Amapá, o profissional deve “acionar os órgãos competentes, que, neste caso, é a Polícia Militar”, segundo a nota.

Circulam pela rua Amapá as linhas 4107 (Alto Caiçara/Serra) e 2151 (Vista Alegre/Serra). 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave