Williams começa testes para 2015 na frente em Abu Dhabi

Equipe alcançou com o melhor tempo no primeiro de dois dias de testes no circuito em Yas Island

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Felipe Massa acelera pelas curvas do GP do Bahrein em busca do melhor tempo
PÁGINA OFICIAL/FELIPE MASSA/DIVULGAÇÃO
Felipe Massa acelera pelas curvas do GP do Bahrein em busca do melhor tempo

O primeiro dia de testes da F-1 visando a temporada de 2015 da F-1 terminou com a Williams na frente em Abu Dhabi. O time, que no último domingo (23) viu Felipe Massa chegar em segundo e Valtteri Bottas em terceiro na prova que encerrou o campeonato deste ano, ficou com o melhor tempo no primeiro de dois dias de testes em Yas Island.

Bottas, que foi o responsável pelo teste, anotou sua melhor volta em 1min43s396 e ficou 0s492 à frente de Kimi Raikkonen, da Ferrari, o segundo mais veloz do dia.

Nesta terça-feira (25) o finlandês teve a companhia de Sebastian Vettel, seu futuro companheiro de time, na garagem da escuderia italiana em Abu Dhabi.

Como não foi liberado pela Red Bull para testar pelo novo time, o alemão apenas conversou com membros da Ferrari e acompanhou parte do dia de testes com fones de ouvido vermelhos.

A terceira melhor volta do dia foi anotada por Nico Rosberg, vice-campeão mundial, que foi o responsável por colocar a Mercedes na pista. O alemão ficou pouco mais de um segundo atrás da marca anotada por Bottas.

Joylon Palmer, da Force India, foi o quarto mais veloz do dia, seguido por Carlos Sainz Junior, que testou a Red Bull.

Will Stevens colocou a Caterham na sexta colocação, logo à frente de Charles Pic, da Lotus. Marcus Ericsson fez sua estreia pela Sauber com o oitavo melhor tempo da terça-feira (25) em Abu Dhabi e Max Verstappen foi o nono mais veloz com seu Toro Rosso.

Uma das grandes expectativas deste primeiro dia de testes era a estreia oficial da parceria McLaren Honda. O time inglês, que voltará a usar os motores da fabricante japonesa, fez uma sessão de testes na semana retrasada, em Silverstone, mas como foi usado um dia de filmagens ao qual os times têm direito, a McLaren só pôde completar 100 km.

Nesta terça-feira (25), em Yas Island, não foi à pista pela manhã por conta de problemas elétricos. Na parte da tarde, Stoffel Vandoorne, piloto de testes da equipe, fez apenas três voltas.

"Tivemos alguns problemas, por isso só conseguimos dar três voltas. Mas sabemos que cada uma delas é importante porque é o que teremos de informação pelos próximos dois meses, antes de testar em Jerez", explicou o piloto belga.

"Ainda não colocamos o motor no máximo de sua capacidade, mas esperamos fazer isso logo", completou Vandoorne.

Chefe da McLaren, Eric Boullier disse que o time está sendo o mais cauteloso possível neste momento. "Queremos ser bastante cuidadosos e estamos fazendo uma tripla checagem em alguns problemas que tivemos, particularmente com a bateria, que é um componente fabricado pela McLaren", disse Boullier.

"Fazer um carro de F-1 andar não é mais como antigamente, que você simplesmente ligava o motor e estava pronto. Queremos checar tudo mais de uma vez e isso toma tempo", completou o dirigente, que disse ainda que o objetivo do time é chegar a Melbourne, para a primeira corrida do ano que vem, em condições de lutar por uma vitória.

"Podemos sonhar com isso [um triunfo na abertura do Mundial], mas ao mesmo tempo estamos trabalhando para fazer com que isso seja uma realidade, já que este é nosso objetivo."

Leia tudo sobre: WilliamsAbu Dhabitestescarro2015Felipe Massa