Enfermeira pede reembolso de vestidos que comprou quando tinha ebola

Amber Vinson, de 26 anos, foi infectada pelo vírus após ajudar no atendimento de liberiano; sem saber que estava contaminada, ela foi a loja de noivas e gastou cerca de US$ 500

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma enfermeira que havia sido infectada pelo ebola está pedindo o reembolso de suas despesas em uma loja de noivas que visitou em Ohio, nos EUA, causando o fechamento temporário do local. Amber Vinson,  de 26 anos, contraiu o vírus após participar dos atendimentos ao liberiano Thomas Duncan, a primeira pessoa a ser diagnosticada com a doença nos EUA, em Dallas, no Texas.

Sem saber da infecção, ela viajou para Ohio (Cleveland) para visitar a família e cuidar dos preparativos de seu casamento. A passagem pela cidade incluiu uma visita à loja Coming Attractions Bridal and Formal.

Descoberta a doença de Vinson, a loja foi obrigada a fechar por três semanas, segundo a proprietária. Agora, a enfermeira quer que a loja reembolse quatro vestidos comprados por suas damas de honra na loja, que somam cerca de US$ 500 (R$ 1.260).

"Para atenuar o escrutínio público adicional, Amber decidiu que seria melhor se ela comprasse os vestidos em outra loja de noivas, mantida confidencial", afirma o advogado Stephen Malouf, em carta entregue à loja.

O pedido causou revolta na dona da Coming Attractions. "Eu estou olhando para isso [a carta] e pensando: 'Você está tirando onda com a minha cara?'", disse Anna Younker ao canal de TV newsnet5.

"A mulher que esteve aqui e causou o problema todo quer seu dinheiro de volta." Segundo Younker, a loja teve prejuízo de milhares de dólares por causa do fechamento temporário. Além disso, a proprietária teve de pagar por um serviço de limpeza especializado depois da visita de Amber Vinson.

"Se eu esperava o apoio de alguém, era o dela", afirmou. A dona da Coming Attractions disse que vai discutir o assunto com seu advogado, mas não pretende reembolsar as despesas de Vinson.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave