Duplo atentado em mercado na Nigéria mata mais de 45 pessoas

Atentados não foram reivindicados, mas provavelmente foi planejado pelo grupo jihadista Boko Haram, que nasceu justamente no Estado de Borno

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mais de 45 pessoas morreram nesta terça-feira (25) em dois atentados seguidos na cidade de Maiduguri, no Estado de Borno, na Nigéria, informaram testemunhas. Uma bomba escondida em um triciclo motorizado explodiu às 11h (8h de Brasília) no Monday Market, um mercado popular da cidade.

A detonação foi sentida em todo o centro da cidade e provocou uma espessa coluna de fumaça. Pouco depois uma mulher-bomba se detonou no mesmo local. "Enquanto as pessoas estavam tentando ajudar os feridos, a segunda bomba explodiu", disse Sani Adamu, uma testemunha.

"A mulher havia fixado a bomba nas costas, como se fosse um bebê, e abriu caminho até o local da primeira explosão", afirmou Abubakar Bello, um vendedor de frango no mercado. Dogara Shehu, funcionário da área de saúde, contou mais de 45 pessoas mortas, algumas delas decapitadas, um número que foi corroborado por testemunhas que pediram anonimato.

Um porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Emergências afirmou que "muitas pessoas morreram". Os atentados não foram reivindicados, mas provavelmente foi planejado pelo grupo jihadista Boko Haram, que nasceu justamente no Estado de Borno.

Em cinco anos, o Boko Haram já matou milhares de pessoas em sua campanha pela criação de um Estado islâmico.

O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, planeja pedir ao Parlamento que amplie o estado de emergência em três Estados com maior atuação do Boko Haram, quando a medida expirar nesta semana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave