PM do Rio prende 17 homens acusados de violência doméstica e sexual

Delegada Márcia Noeli explicou que ao todos 30 mandados de prisão serão cumpridos até o fim do mês

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta terça-feira (25) pelo menos 17 homens acusados de violência doméstica e sexual contra as companheiras. As prisões fazem parte da Operação Amanhecer Livre, da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (Dpam), em homenagem ao Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher. A diretora da Dpam, delegada Márcia Noeli, explicou que ao todos 30 mandados de prisão serão cumpridos até o fim do mês.

“Todos os anos, no dia 25 de novembro, fazemos operações. Durante um mês as delegacias especiais de Atendimento à Mulher juntaram esses mandados de prisões da Lei Maria da Penha”, explicou a delegada. “Com isso queremos dizer que a Lei Maria da Penha funciona, temos medidas protetivas, prisões em flagrante, entre outros instrumentos. Mulher nenhuma merece apanhar. Venham às delegacias, denunciem”, aconselhou Noeli que lamentou o fato de prisões desse tipo serem diárias.

Entre os presos há acusados de terem cometido lesões corporais, tentativa de homicídio, estupro de vulnerável, injúrias, por desobediência às medias protetivas e por não pagar pensão alimentícia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave