Nove pessoas são presos em Vespasiano dentro da operação Palmares

Maioria das vítimas de homicídio é negra, o que levou a Polícia Civil a relacionar a ação com dia da Consciência Negra; suspeitos de tráfico de droga, roubo e receptação de veículos também foram detidos

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Nove pessoas foram presas por crimes de homicídio, tráfico de droga, receptação e adulteração de veículo em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte. Os mandados foram cumpridos em diversos bairros da cidade, dentro da operação Palmares, uma referência ao dia da Consciência Negra, pelo fato de a maioria dos mortos ser da raça negra. 

Os suspeitos era investigados pela Polícia Civil há cerca de um mês e foram detidos entre o último dia 10 e esta terça-feira (25).

Em um dos casos, três homens foram presos, um como mandante e os demais como executores de um adolescente em dezembro de 2010, por desentendimentos relacionados ao tráfico de droga. Uma mulher de 57 anos foi presa por tráfico de droga. Com outro suspeito foram encontrados dois veículos roubados e com as placas adulteradas.

Nesta terça (25), um traficante foi detido pela morte de um homem em uma boate. O crime aconteceu depois de a vítima derrubar, sem querer, bebida na roupa do suspeito.

Outros três homens foram presos pela morte de um jovem, suspeito de roubar a motocicleta de um deles. O trio invadiu a casa da vítima, no bairro São Damião, em Vespasiano, e a levou até o limite com o município de Santa Luzia, onde foi executada.

Ainda segundo a Polícia Civil, não há ligação entre os crimes.