Everton Ribeiro pede gramado em melhores condições para a final

Meia do Cruzeiro lembrou que, durante a partida contra o Goiás, o campo ficou completamente alagado após as fortes chuvas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cruzeiro e Goiás tiveram de lidar com forte chuva na partida
DENILTON DIAS / O TEMPO
Cruzeiro e Goiás tiveram de lidar com forte chuva na partida

As chuvas torrenciais do último domingo deixaram o gramado do Mineirão completamente alagado, o que gerou dificuldades para o Cruzeiro derrotar o Goiás, por 2 a 1, pela 36ª rodada do Brasileirão. As várias poças de água que se acumularam no campo do estádio impediam as jogadas de velocidade do time estrelado, mas, após muito tentar, a Raposa conseguiu sair vitoriosa e se sagrou tetracampeã do nacional.

Destaque dos últimos jogos do Cruzeiro e autor do gol que garantiu o título celeste antecipado no Brasileirão, o meia Everton Ribeiro afirmou que a situação do campo atrapalhou o time mineiro de jogar um futebol bonito. Como novas chuvas são esperadas para esta semana, o meio-campista aproveitou para cobrar um gramado melhor para a decisão da Copa do Brasil contra o Atlético, nesta quarta-feira, às 22h, no Gigante da Pampulha.

“Tinha parte que estava impraticável, alagada. Esperamos que na final o campo não atrapalhe ninguém, mas, independentemente do gramado ou do tempo, vamos dar o nosso melhor.  A torcida vem fazendo a diferença desde o ano passado, vai estar de novo nos ajudando muito, e espero que o gramado esteja melhor para fazermos um grande jogo. Já conquistamos nosso primeiro objetivo e vamos em busca da Tríplice Coroa”, afirmou Ribeiro.

Após o jogo, a Minas Arena – administradora do Mineirão- foi questionada sobre o que gerou o acúmulo de água no gramado do estádio. A gestora respondeu que o escoamento da água nas laterais do campo, com o atual sistema de drenagem, é mais lento e que o problema só deverá ser sanado quando o futebol mineiro entrar de recesso.

Leia tudo sobre: everton ribeirocruzeiroatleticocopa do brasilfinalgramadomineirao