Pela segunda vez no ano, Ferrari troca chefe da F-1

Maurizio Arrivabene substituirá Marco Mattiacci no comando da escuderia italiana

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Arrivabene fará parte do novo projeto da Ferrari para 2015
Divulgação/ F1
Arrivabene fará parte do novo projeto da Ferrari para 2015

Oito meses após assumir o comando da Ferrari, Marco Mattiacci será substituído por Maurizio Arrivabene como chefe da escuderia italiana.

O anúncio veio após o time de Maranello completar neste domingo (23), em Abu Dhabi, sua primeira temporada desde 1993 sem conquistar ao menos uma vitória -Fernando Alonso, que se despediu da escuderia, foi o nono colocado e Kimi Raikkonen foi o décimo na corrida vencida por Lewis Hamilton e que encerrou o Mundial de F-1 deste ano.

"Decidimos indicar Arrivabene porque, neste momento histórico para nossa equipe e para a F-1, precisamos de uma pessoa que tenha conhecimento não apenas da Ferrari, mas também dos mecanismos de administração e requisitos do esporte", afirmou Sergio Marchionne, presidente da Ferrari.

"Arrivabene tem um conhecimento único: sempre trabalhou muito próximo da escuderia e como membro da comissão de F-1 sabe como poucos o desafio que irá enfrentar. Além disso sempre foi uma fonte constante de ideias inovadoras, sempre focadas na revitalização da F-1", completou o dirigente sobre o italiano que trabalhava como executivo da Philip Morris, patrocinadora da Ferrari.

Em seu comunicado, a escuderia agradece a Mattiacci por seu trabalho, mas não diz o cargo que ele ocupará ou se permanecerá no time.

CEO e presidente da Ferrari na América do Norte, o executivo italiano foi apontado como substituto de Stefano Domenicali em abril, depois que o chefe da escuderia pediu demissão.

Para o ano que vem a Ferrari terá Sebastian Vettel como piloto.