Brasil derrota a Argentina e fatura tetra do Mundial de futebol de 5

Apesar da derrota, os hermanos garantiram vaga na modalidade para os Jogos Paralímpicos do Rio 2016

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jefinho marcou o gol que garantiu ao Brasil o tetracampeonato mundial de futebol de 5
Marcio Rodrigues/CPB/MPIX
Jefinho marcou o gol que garantiu ao Brasil o tetracampeonato mundial de futebol de 5

A seleção brasileira de futebol de 5 novamente confirmou a sua hegemonia no esporte e faturou o seu quarto título mundial da competição, após derrotar a Argentina, por 1 a 0, nessa segunda-feira. O torneio foi disputado em Tóquio, no Japão.

As duas seleções tiveram um ótimo desempenho durante o Mundial e chegaram invictas à final. E o equilíbrio dos dois times prevaleceu até o início do segundo tempo da prorrogação, quando o pivô Jefinho acertou um chute rasteiro e marcou o gol que deu o título ao Brasil.

“Na hora que chutei, não esperava que a bola fosse entrar. Acho que a sorte fez a parte dela também. O importante é que pude comemorar mais este título. A emoção de fazer um gol em uma final assim foi muito grande. Nos esforçamos e demos o máximo que podíamos. Na hora do gol, extravasei”, afirmou Jefinho.

Com a vitória, a equipe brasileira confirmou o seu favoritismo e manteve sete anos de invencibilidade, já que, desde 2007, os brasileiros não são derrotados em competições do futebol de 5. Além do tetracampeonato mundial, a seleção verde e amarela é três vezes medalhista de ouro nos Jogos Paralímpicos (2004, 2008 e 2012).

Mesmo com a derrota para os brasileiros, a Argentina garantiu vaga na modalidade para os Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Como o Brasil é a sede das próximas Paralimpíadas, o time já está classificado.

Além das seleções brasileira e argentina, outras seis equipes irão disputar os Jogos do Rio 2016. Os times que terão as vagas serão definidos em torneios classificatórios continentais, que serão realizados em 2015, sendo que a Ásia e a Europa vão classificar duas seleções cada, enquanto as Américas e a África terão um representante.

Leia tudo sobre: futebol de 5brasilargentinajogos paralimpicosrio 2016mundialtoquio