Dupla rouba carro e faz 28 vítimas durante arrastões em bares de BH

No meio do trajeto, uma padaria também foi assaltada; em um dos bares, uma médica levou uma coronhada na cabeça

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um menor de 15 anos foi apreendido após participar, com um comparsa, de quatro roubos seguidos, na madrugada desta terça-feira (25). Em apenas dois bares da região Noroeste de Belo Horizonte, eles fizeram 28 vítimas durante os arrastões. O outro ladrão conseguiu escapar.

De acordo com o soldado Igor Ulisses, do Tático Móvel de Polícia Militar, os suspeitos roubaram primeiro um Corolla no bairro Indaiá, na região da Pampulha. Em seguida, eles assaltaram uma padaria no bairro Bom Jesus e roubaram R$ 120 do caixa do estabelecimento comercial.

“Após roubarem o carro e a padaria, eles deslocaram em dois bares na região do bairro Caiçara. No primeiro, os suspeitos fizeram oito vítimas, que foram obrigadas a deitar no chão enquanto os pertences eram recolhidos”, explicou o militar.

Logo depois, os jovens deslocaram para outro bar na rua Itaguaí. Lá, 20 pessoas entre funcionários e clientes foram abordados e também tiveram que deitar. “Nós recebemos as denúncias de que homens estavam roubando na região. Em todos os chamados, as vítimas passaram as mesmas características dos ladrões e do carro usado durante os crimes”, disse o soldado.

A equipe do Tático fez rastreamento na região e conseguiu localizar os jovens na praça do bairro Bom Jesus. Ao avistar a viatura, o assaltante que estava no banco do motorista fugiu em alta velocidade, em direção à avenida Antônio Carlos.

Porém, já no viaduto Moçambique, eles sofreram um acidente. Nesse momento, o maior fugiu, mas o adolescente foi capturado e encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH).

Médica agredida

Durante o arrastão no segundo bar, uma das clientes foi agredida com uma coronhada na cabeça. “A médica não reagiu, mas o assaltante teria se irritado quando pediu que ela tirasse aos anéis e deitasse no chão. Ela não teve ferimentos graves”, disse Ulisses.

Ainda conforme o soldado, os pertences das vítimas, como documentos pessoais, celulares, anéis e cordão de ouro, notebook e cerca de R$ 2.300 em dinheiro, foram encontrados dentro do veículo.

“Apenas 12 vítimas, que tiveram objetos de maior valor levados, acompanharam a ocorrência”, finalizou o militar.  

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave