Rodrigo de Castro: “PSDB não precisa lançar nome”

Deputado federal diz que candidato à PBH pode ser de sigla aliada

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

Interno. Nome de Rodrigo de Castro ganha força dentro do PSDB
Pedro Silveira - 10.8.2011
Interno. Nome de Rodrigo de Castro ganha força dentro do PSDB

Ventilado como possível nome do PSDB para a disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte nas eleições de 2016, o deputado federal Rodrigo de Castro não avalia como “obrigação” os tucanos apresentarem candidato para a disputa. “Não creio que seja obrigatório o PSDB ter candidato em Belo Horizonte. Eu acho que nós temos que ter uma candidatura gestada entre os partidos que vão estar naturalmente conosco nesse projeto”, diz.

Legendas como o PV e o PTB cogitam lançar nomes próprios: o vice-prefeito, Délio Malheiros, e o deputado federal Eros Biondini, respectivamente.

O nome de Rodrigo de Castro ganhou força nos bastidores, mas, caso queira realmente ser candidato, terá que vencer a resistência de algumas lideranças tucanas. Os senões foram gerados, sobretudo, pela postura de seu pai, o secretário de Governo, Danilo de Castro (PSDB), que desagradou a algumas alas do partido nas eleições deste ano. “Uma derrota em uma eleição é resultado de fatores diversos. Não nos cabe agora ficar remoendo”, esquivou-se.

O deputado comentou ainda a saída dos quadros tucanos do governo de Minas e negou que eles estivessem “se mudando” para outros Estados governados pelo PSDB.

“Minas formou uma equipe qualificada, e alguns desses quadros têm sido sondados por outros governos. Mas não é uma prática incentivada por nós. Não somos o PT, que faz isso de maneira orgânica”, acusou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave