Jovens adultos da periferia são os que mais consultam crédito

Em quarto lugar no ranking estão os donos de negócio, predominantemente homens empreendedores entre 25 e 55 anos

iG Minas Gerais | Da redação |

A maioria das consultas de crédito voltadas para a compra de veículos novos e usados entre julho e setembro deste ano foi feita por jovens adultos moradores da periferia. Esse grupo representa 21,7% dos consumidores, segundo levantamento da Serasa Experian.  

Para o coordenador do curso de economia do Ibmec/MG, Márcio Salvato, o resultado faz sentido, já que as pessoas que consultam crédito, geralmente, não têm renda suficiente para comprar à vista. “As pessoas mais velhas e estabelecidas economicamente não precisam tanto disso”, afirma.

Ele lembra que consultar crédito não significa necessariamente comprar o veículo, já que o pedido pode ser negado. “O número alto de consultas não quer dizer que a economia vai bem, mas sim que as pessoas têm menos dinheiro para quitar o valor”, diz. Ainda segundo Salvato, muitos jovens buscam crédito para comprar motos, veículos mais baratos e econômicos.

O número total de consultas de crédito realizadas no período caiu 1% em relação ao ano passado, para 2,741 milhões. De acordo com os dados, os “adultos urbanos estabelecidos”, que são pessoas com boa renda, foram o segundo grupo de consumidores que mais consultaram crédito, com 19,5% do total, seguidos da massa trabalhadora urbana, composta por pessoas de baixa remuneração, com 13%.

Em quarto lugar no ranking estão os donos de negócio, predominantemente homens empreendedores entre 25 e 55 anos. Este segmento respondeu por 12,6% das consultas.

Na concessionária Roma Fiat, os consumidores são de todos os lugares, de acordo com o vendedor Eduardo Ottoni, mas só a minoria mora na periferia. Segundo ele, o veículo ficou mais caro neste ano. “Foram oito aumentos ao longo dos meses”, diz. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave