STJD dá prazo de 24h para Cruzeiro comprovar que cumpriu regulamento

Cruzeiro terá até esta terça-feira para provar que cumpriu determinação do STJD

iG Minas Gerais | Lohanna Lima |

Presidente do Cruzeiro ficou satisfeito com mudanças apresentadas pela Minas Arena no retorno do Cruzeiro ao Mineirão
Washington Alves/VIPCOMM
Presidente do Cruzeiro ficou satisfeito com mudanças apresentadas pela Minas Arena no retorno do Cruzeiro ao Mineirão

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deu prazo de 24h para que o Cruzeiro comprove que cumpriu determinações feitas pelo tribunal, na última semana, para o jogo de volta da Copa do Brasil. Segundo a assessoria do STJD, o clube celeste foi notificado na tarde desta segunda-feira e tem até amanhã (terça) para apresentar a defesa.

Na última quinta-feira, o STJD determinou que o Cruzeiro cedesse os 10% da carga de ingressos à torcida do Atlético. Em caso de não cumprimento, o clube será julgado e a multa pode variar de R$100 a R$100 mil. Segundo o Regulamento Geral das Competições (RGC), o clube visitante deve pedir os 10% de ingressos em três dias úteis antes da partida. 

A princípio, o Cruzeiro havia oferecido 2.736 ingressos para a torcida atleticana, mesmo com o pedido de 10% feito pelo clube alvinegro,  o que representa menos de 5%. Depois da primeira vistoria da Polícia Militar no Mineirão, o número caiu para 1.854 e foi mantido nesta tarde, após segunda vistoria do PM.

O Cruzeiro comunicou à polícia nesta segunda-feira que já havia vendido mais de 40 mil ingressos e que apenas o os blocos 301, 302 e 303 do Setor Roxo estariam disponíveis para o Atlético. Outros 10 mil lugares espalhados pelo estádio poderiam ser vendidos, mas, a PM descartou a possibilidade de espalhar atleticanos pelo estádio por questão de segurança. 

De acordo com a assessoria de imprensa no início desta tarde, o Cruzeiro não havia conhecimento de nova notificação do STJD. 

Mais informações em instantes. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave