Diretor bicampeão, Mattos exalta trabalho e horas sem dormir

Dirigente celeste disse que sensação após a conquista do Brasileiro foi de alívio pela pressão de ser apontado como favorito

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

Mattos vem colhendo os frutos do bom trabalho feito nos bastidores do Cruzeiro
Cruzeiro/Divulgação
Mattos vem colhendo os frutos do bom trabalho feito nos bastidores do Cruzeiro

Um grupo campeão começa na montagem da equipe. O diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, chegou ao clube em março de 2012, substituindo o então diretor Dimas Fonseca, criticado pelo time de 2011, que quase foi rebaixado. Alexandre Mattos, que trabalhou no América entre 2005 e 2011, mantinha uma estreita amizade com o presidente Gilvan de Pinho Tavares, que o convidou para o cargo. Com o bicampeonato nacional no currículo, o diretor resume as conquistas a uma palavra: trabalho. “Trabalho, muito trabalho, muitas horas dedicadas, muitos momentos sem dormir, mas a recompensa está aí”, ressaltou o dirigente. Mattos destaca que a conquista do título de 2014 lhe tirou um peso. “Vem todo um filme, de tudo o que vem acontecendo, um campeonato diferente, um campeonato que a gente tinha, entre aspas, a obrigação, pela cobrança de mídia e de tudo. Conseguimos colocar muita força e competência. Graças a Deus, jogadores e comissão técnica entenderam o espírito da equipe. Estão de parabéns”, ponderou.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposaalexandre mattosdiretorfutebolcampeaotetratrabalho