Polícia Militar define carga de 1.854 ingressos para atleticanos

Laudo técnico da PM foi divulgado na tarde desta segunda-feira e manteve posição anterior

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira e Lohanna Lima |

Coronel Machado explicou decisão de manter os 1.854 lugares para a torcida do Atlético
Coronel Machado explicou decisão de manter os 1.854 lugares para a torcida do Atlético

A novela sobre a quantidade de ingressos destinados à torcida do Atlético  parece ter chegado ao fim nesta segunda-feira. Em coletiva de imprensa realizada na sede do Batalhão de Eventos da Polícia Militar, foi apresentado o laudo técnico da PM, após vistoria no Mineirão, nesta manhã, que mantém a liberação de apenas dois blocos para torcida atleticana (302 e 303 do Setor Roxo). Sendo assim, o número de torcedores do Galo nas arquibancadas continua sendo de 1.854, como definido anteriormente.   

O Cruzeiro afirmou ter ainda 10 mil vagas pelo estádio podendo, então, atender a solicitação dos alvinegros pelos 10% da carga de carga de ingressos feita ao STJD. Entretanto, esses lugares seriam em diversas áreas do estádio e não em um único setor. A polícia descartou a possibilidade devido a possíveis problemas de segurança, como explicou o coronel Ricardo Machado, chefe do Batalhão de Eventos da Polícia Militar.

“A PM esteve no estádio nesta manhã, com os representantes dos clubes e a Minas Arena. O Cruzeiro disponibilizou vários locais pulverizados. Uma comissão de três profissionais fez um aludo e a conclusão é que permanece como antes, com os torcedores do Atlético alocados no setores 303 e 302". Os blocos 301 (Atlético) e 344 (Cruzeiro) serão isolados juntamente com os espaços 101, 102 e 103 do Anel Inferior. 

A assessoria de imprensa do Atlético informou que ainda aguarda a definição da logística para iniciar a venda de ingressos. 

Leia tudo sobre: Cruzeiro Atlético ingressos