Advogado do América garante que clube vai denunciar o Boa nesta semana

Clube quer que a Coruja seja punida por exceder o número de contratações de jogadores para uma mesma competição

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Paulo Lasmar acredita na reversão da pena no pleno do STJD
RODRIGO CLEMENTE – 27.9.2004
Paulo Lasmar acredita na reversão da pena no pleno do STJD

Integrante do Conselho de Administração do América, o advogado Paulo Lasmar declarou nesta segunda-feira que o clube está apenas acabando de fundamentar uma pesquisa junto a Fifa para oferecer denúncia à Procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra o Boa Esporte. O Coelho entende que a equipe de Varginha infringiu o artigo 7 do Regulamento Específico da competição, que diz respeito ao limite de jogadores contratados de outros clubes que também disputam a Série B.

“Temos plena convicção de que ocorreu uma irregularidade e o Boa Esporte perderá cerca de 40 pontos”, afirmou Paulo Lasmar. O dirigente destacou que o América não vai se deixar intimidar pelas declarações do procurador Paulo Schmitt sobre possíveis punições que o clube pode vir a sofrer no caso de notificar uma denúncia sem fundamentos. “Não temos medo de ameaças. Se tivermos convicção de que estamos com a razão para fazer valer nosso direito, vamos lutar por isso até o fim”, afirmou o advogado.

Paulo Lasmar considerou que Paulo Schmitt cometeu uma heresia processual ao se manifestar sobre o assunto sem que o América ainda tivesse oferecido a denúncia ao STJD. “Ele precisa respeitar o América. O procurador Paulo Schmitt sabe que não tem o direito de pré-julgar qualquer questão sem ter o processo em mãos”, declarou o dirigente americano, que confirmou a intenção do departamento jurídico do clube de entrar com a notícia de infração ainda nesta semana.

O caso. Alegando que o atacante Romão foi o sexto jogador contratado pelo Boa Esporte para a disputa da Série B, o América quer que o clube de Varginha seja enquadrado no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz respeito a incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. Se perder até 40 pontos, a Coruja cairia para a zona de rebaixamento da Série B.

Paulo Lasmar confirmou para a tarde desta segunda-feira, na sede administrativa do clube no Boulevard Shopping, uma reunião do Conselho de Administração  para tratar de promoções para a torcida comparecer no estádio Independência na decisiva partida de sábado, contra o Sampaio Corrêa. "Não posso adiantar nada, até porque vamos discutir várias ideias. Mas pretendemos fazer promoções para ter o apoio de nosso torcedor", ressaltou o dirigente. 

Leia tudo sobre: paulo lasmaradvogadoaméricastjdboa esportedenúnciaatacanteromãopromotorPaulo Schmittdecisãosampaio corrêa