Homem mata irmã que pegou folhas de taioba em sua horta em Lajinha

Suspeito se irritou ao ver dona de casa pegar a verdura para preparar o jantar; marido da jovem tentou defendê-la, mas também foi agredido

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Vítima foi encaminhada para um hospital de Manhuaçu, mas morreu nesse domingo
Vítima foi encaminhada para um hospital de Manhuaçu, mas morreu nesse domingo

Uma mulher de 26 anos foi assassinada a facadas pelo próprio irmão após pegar três folhas de taioba na horta do suspeito em Lajinha, na Zona da Mata mineira. A dona de casa chegou a ser socorrida, ficou dois dias internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesse domingo (23).

Testemunhas contaram à Polícia Militar que Fabiana dos Santos Messias morava no mesmo lote do agressor, conhecido pelo apelido de “Alemão”, na rua Macanaíba, no bairro Vale do Sol, mas não conversa com o suspeito. Nessa sexta-feira (21), por volta das 23h, a dona de casa foi até a horta do homem e arrancou a verdura para fazer um jantar para o marido e os quatro filhos.

Nesse momento, o suspeito, que estava em casa, se irritou e perguntou o que a jovem fazia em seu espaço. Em seguida, com a faca em uma das mãos, o bandido afirmou que mataria a irmã. A mulher começou a gritar, tentou fugir, mas foi alcançada e agredida no meio da rua. Ela foi esfaqueada no peito e na nuca.

Ao escutar os gritos, o marido da vítima, de 41, tentou socorrê-la, mas também foi esfaqueado. “Eu moro em outra rua, quando fiquei sabendo, subi correndo. Cheguei e vi minha irmã caída na rua. Vizinhos me contaram que o Alemão não a esfaqueou mais porque o marido dela entrou na briga”, disse o irmão dos envolvidos, Anildo dos Santos Messias.

O casal esfaqueado foi socorrido e encaminhado ao pronto-socorro da cidade. O homem, que foi ferido nos braços, foi medicado e não corre risco de morte. Já Fabiana, devido à gravidade dos ferimentos, foi encaminhada ao Hospital César Leite, em Manhuaçu, na cidade vizinha. Ela morreu na tarde de domingo.

Após o crime, Alemão fugiu com a faca para uma lavoura de Lajinha e, até a manhã desta segunda-feira (24), não havia sido localizado. A ocorrência foi encerrada na delegacia de plantão da cidade. O suspeito pode responder por tentativa de homicídio do cunhado e homicídio qualificado na irmã.

Irmãos estavam bêbados no momento da confusão

Segundo Anildo, os dois irmãos estavam embriagados durante a briga. “Eles se desentenderam há três anos e pararam de conversar. Mesmo morando no mesmo lote, cada um ficava no seu canto. Só que na sexta, os dois tinha bebido”, disse o homem.

Na versão dele, Alemão é uma pessoa tranquila, mas se descontrola quando toma cerveja. “É uma situação difícil. Os dois são meus irmãos e não queira que isso tivesse acontecido. Agora, já que aconteceu, ele tem que pagar pelo que fez”, finalizou.

Sepultamento

O sepultamento de Fabiana acontece às 17 desta segunda no cemitério Bonfim, em Lajinha. A dona de casa deixa quatro filhos menores de idade. O mais novo completa 3 anos nesta terça-feira (25).

Por enquanto, as crianças, que são filhas de pais diferentes, estão sob os cuidados da família materna. Com o seu último marido, Fabiana não teve filhos.  

Leia tudo sobre: taiobaverduramatairmãlajinha