Ex-padrasto é suspeito de matar jovem a tiro durante luau em Araxá

Mãe da vítima contou à Polícia Militar (PM) que o filho tinha sido ameaçado pelo ex-companheiro dela ao separar uma briga

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um jovem de 18 anos morreu depois de ser baleado durante um luau, nesse domingo (23), em Araxá, na região do Alto Paranaíba. A mãe da vítima acredita que seu ex-companheiro tenha matado o rapaz ou mandado que atirassem nele.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o Corpo de Bombeiros teria informado que havia uma pessoa sangrando em um loteamento em construção ao lado do Condomínio Vilagio, onde estaria acontecendo uma festa estilo luau.

Os bombeiros foram à avenida Arafertil para realizar o socorro e se depararam com um motociclista levando a vítima na garupa. C.C.O., 18, recebeu o atendimento da corporação, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os militares, por sua vez, foram ao local onde estaria acontecendo a festa, mas não encontraram ninguém por lá. Em contato posterior com a mãe da vítima, ela contou que em data passada, o filho teria interferido em uma briga entre ela e seu ex-companheiro e que o homem teria ameaçado o jovem, dizendo que tinha uma arma e que mandaria o sobrinho ou o filho dele matarem o rapaz, por serem menores de idade. O suspeito não foi encontrado.

Leia tudo sobre: ex-padrastomatarluau