Quadro social: reflexões

iG Minas Gerais |

Alguns clubes tradicionais, mais que cinquentenários, outrora dinâmicos, hoje capengam na rotina de um quadro social decorativo. Assim sendo, é preciso abrir os olhos. Olhe para seu clube como um jardineiro: verifique se ele está verde e crescendo, ou amarelo e morrendo.  Quando um Rotary Club possui quadro associativo disperso, avesso a novas ideias, é sinal de que envelheceu. Para manter acesa a chama do ideal de Paul Harris, seu clube deve estar verde e crescendo. Um Rotary Club é o reflexo de seus sócios. Clubes de qualidade correspondem a sócios dedicados ao ideal de servir. No entanto, há os que já nem comparecem, pouco se importam com os índices de frequência, não mais expostos nos boletins. Um time pode ter o melhor técnico, mas todo esforço será em vão se o conjunto de atletas não estiver à altura, se não houver sinergia que faça com que cada jogador pense primeiro na equipe, e depois em si. Grandes treinadores e atletas que se tornaram também grandes palestrantes, como Bernardinho e Hortência, são unânimes em afirmar que, para manter o espírito de corpo da equipe, muitas vezes é necessário eliminar quem não soma. A esses, ensinam, não resta alternativa senão a da remoção. Em um Rotary Clube é a mesma coisa. As regras da convivência harmônica nos obrigam a afastar qualquer forma de arrogância e preconceito, mesmo sabendo que é muito difícil afastar alguém no Rotary. Daí, nas admissões, a ênfase deve ser dada na qualidade, que deve preceder a quantidade. Por outro lado, quando um clube possui quadro social pequeno e custo fixo elevado, muitas vezes não se pode prescindir do sócio pagador, ainda que ele transgrida regras. Como proceder? A solução mais viável é procurar rapidamente aumentar o quadro social, falando linguagem moderna, procurando uma causa que mobilize jovens e mulheres, reacenda nos mais velhos a chama do verdadeiro rotariano e atraia a família. Somente assim seu clube voltará a ser o que era. Alberto Bittencourt RC Recife Boa Viagem D 4.500

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave