Ovacionado por torcida, Gilvan agradece apoio em primeiro mandato

Dirigente também afirmou que tentará manter os principais jogadores para a próxima temporada

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

douglas magno
undefined

Os três primeiros anos de trabalho de Gilvan de Pinho Tavares como presidente do Cruzeiro reservaram grandes emoções ao mandatário. Após um 2012 apagado, ele chegou ao bicampeonato brasileiro neste domingo, o quarto Brasileirão da história do clube. Além disso, ainda faturou um título estadual neste ano.

No Mineirão, a torcida fez questão de agradecer ao dirigente, que se emocionou ao ouvir o seu nome.

 

"É uma emoção muito grande. Já no jogo passado foi a mesma coisa. Nunca tinha visto isso (gritar o nome do presidente). A torcida grita o nome dos atletas. Quando termina de saudar os jogadores, grita o nome do presidente. A gente se sente como um membro da equipe, do plantel", destacou Gilvan.

"Foi a equipe que ganhou o título, a comissão técnica, diretoria, todo um trabalho de três anos. Um grupo montando em outubro de 2012. A gente está vendo a emoção de todos, prestigiando e fazendo muito. Ser coroado no primeiro triênio de trabalho com dois títulos do Brasileiro, o Mineiro, além de uma final da Copa do Brasil, não é para qualquer um", avaliou o mandatário celeste.

Ao mesmo tempo em que comemora, Gilvan já pensa na sequência de seu trabalho. Reeleito para mais três anos, ele afirmou que pensa em reforçar ainda mais o elenco.

"Estamos contando com a torcida, que está lotando o estádio, com a receita da bilheteria, de sócios. Vamos tentar fazer alguma coisa, manter os jogadores, reforçar. Isso tudo é fruto do trabalho. É manter isso para o próximo triênio", concluiu o dirigente. 

Leia tudo sobre: CruzeirotetraGilvanpresidenteCampeonato Brasileirovitóriatítulo