Com chuva, procura por estacionamento do Mineirão é grande

Muitos torcedores preferiram não deixar o carro em local mais distante, evitando se molhar; horário de abertura foi motivo de reclamação

iG Minas Gerais | Daniel Ottoni |

Apesar da importância do jogo entre Cruzeiro e Goiás, o trânsito no caminho para o estádio do Mineirão, pela Avenida Carlos Luz, principal via da torcida celeste, era tranquilo por volta das 13h30.

Somente nas imediações do Shopping Del Rey é que um fluxo maior de veículos pode ser visto. A medida que o estádio se aproximava, o tráfego também começava a ficar mais complicado.

Dezenas de buzinas e foguetes eram ouvidos, enquanto a fila de carros não parava de crescer. Os motoristas, em virtude da proibição de estacionar nos arredores do estádio, tinham que se virar.

Um desafio a mais apareceu para testar a paciência da torcida: a chuva. Quem se arriscou a pagar os R$ 30 de estacionamento, visando também não se molhar, teve que esperar a abertura dos portões às 14h. Alguns torcedores reclamaram deste horário, alegando que haviam chegando ao Mineirão por volta do meio dia. O pedido era para que, em oportunidades futuras, o estacionamento seja aberto com maior antecedência.

A fila de carros se repetiu na entrada do estacionamento, assim como o buzinaço, mostrando uma torcida empolgada e confiante.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave