Equipe infanto-juvenil do Sada Cruzeiro levanta mais uma taça

Para o técnico celeste, Henrique Furtado, o coletivo foi o grande diferencial do time ao longo da competição

iG Minas Gerais | ANA PAULA MARQUES |

Se o time profissional do Sada Cruzeiro folgou na rodada da Superliga, a equipe infanto-juvenil entrou em quadra e garantiu mais um título para o clube. Em final disputada no CT do Barro Preto, neste domingo, o time celeste superou o Uberlândia por 3 sets a 0 (25/23, 25/23 e 25/22) e levantou mais um caneco, conquistando o bicampeonato Mineiro de maneira invicta, com sete vitórias em sete jogos.

A força da equipe e o resultado do investimento do clube nas categorias de base foram destaques na conquista do título. Exemplo disso foi a performance do oposto Carlos, que chegou em 2011 ao Sada Cruzeiro.

“Estou muito feliz. Cheguei aqui jogando no pré-mirim e hoje comemoro esse título com os meus colegas. Agora meu objetivo é chegar ao profissional”, destaca.

Para o técnico Henrique Furtado, o coletivo foi o grande diferencial do time. “Temos bons talentos individuais, mas os momentos em que a gente jogou melhor no campeonato foi quando mostramos a nossa grande força coletiva. Estão todos de parabéns”.

Entre os destaques do elenco celeste estão o levantador Fernando Cachopa, 18 anos, um dos reservas de William na Superliga pelo time profissional do Sada Cruzeiro, e o ponteiro Rodriguinho, que voltou a brilhar nas quadras após se recuperar de lesão no joelho.

“Ser campeão é muito bom, independentemente da idade, da categoria. Para mim foi ainda mais importante, pois joguei todas as partidas e não senti dor nenhuma. Estou muito feliz por estar 100% novamente”, contou.

Na disputa do terceiro lugar da competição, o Minas Tênis Clube bateu o Três Corações por 3 sets a 0 e levou a medalha de bronze.

Leia tudo sobre: sada cruzeiroinfanto-juvenilvoleicampeao