Chuva forte deixa trânsito lento em Belo Horizonte

Houve lentidão no entorno do Mineirão por causa de poças d'água e grande número de veículos e no Anel Rodoviário, onde um alagamento parou o trânsito

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Chove forte em Belo Horizonte e na região metropolitana da capital neste domingo (23). Nesta tarde, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Belo Horizonte (Comdec) emitiu um alerta para pancadas de chuvas com rajadas de vento até 50 KM/h e com volume de 30 a 40 milimetros.  Os torcedores que chegam ao Mineirão para o jogo entre Cruzeiro. O trânsito está complicado no entorno do estádio nas avenidas Abrahão Caram e Antônio Carlos.

Poças d'água se formaram ao longo das avenidas e os motoristas precisam ter atenção redobrada. Na avenida Catalão que dá acesso ao estádio, o trânsito também está lento. Alguns ambulantes estão aproveitando para vender capas de chuvas para quem passa pela região. 

No Anel Rodoviário um alagamento próximo ao bairro Betânia, na região Oeste da capital deixou o trânsito conturbado na via nos dois sentidos no início da tarde deste domingo. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a situação já foi normalizada. Eles não souberam informar o tempo que a via ficou congestionada.

Segundo último boletim da Defesa Civil Estadual além da capital e região metropolitana há previsão de chuvas com rajadas de vento também para o Norte, Noroeste, Triângulo Mineiro, Oest, Central, Sul, Campo das vertentes e Zona da Mata. Apesar da chuva forte, por enquanto não houve nenhum registro de ocorrência no Estado por causa da chuva.

Alerta

A Comdec recomenda à população que evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos localizados. Recomenda ainda que os moradores da cidade tenham atenção especial e redobrada nas áreas de encostas e morros.E atenção também nas proximidades de córregos e rios, já queo nível deles altera rapidamente e eles podem transbordar.

Outras recomendações:

- Tenha um lugar previsto, seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de uma inundação; - Limpe o telhado e canaletas de águas para evitar entupimento; - Retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações; - Se você morar ou possuir comércio em áreas sujeitas à inundação coloque seus móveis e estoques em lugares altos; - Colabore com a abertura de deságues para evitar o estancamento de água, pois pode causar muitos prejuízos, principalmente para a saúde; - Não utilizar alimentos atingidos pela água de enchente ou inundação; - Nunca beba água de enchente ou inundação; - Não jogar lixo nos bueiros e boca de lobo, nem nos córregos e rios, para não obstruir o escoamento da água; - Não amontoe sujeira e lixo em lugares inclinados porque eles entopem a saída de água e desestabilizam os terrenos provocando deslizamentos; - Não deixar crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo graves doenças, como hepatite e leptospirose; - Não usar equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito; - Jamais se aproxime de cabos elétricos arrebentados. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199); - Não coloque lixo nas ruas que seja de fácil propagação com o vento; - Revise o madeiramento de sua casa; - Reforce a amarração de seu telhado;

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave